O SC Pombal somou a segunda derrota consecutiva ao perder na Figueira da Foz por 1-2 num jogo em que os pombalenses começaram melhor, mas permitiram a reviravolta já no período de compensação.

Foram os figueirenses que melhor entraram na partida, e desde logo apresentaram-se predispostos a assumir a iniciativa de jogo, criando a primeira oportunidade de golo, quando António desperdiçou na cara de Moital. A turma da casa continuou a jogar nas proximidades da baliza forasteira com Pedro Nuno a aumentar a lista dos desperdícios.

Na resposta, na primeira aproximação dos leões de Pombal à baliza navalista, a equipa chegou ao golo por Duarte, mas no lance seguinte a Naval empatou por Falcão.

Na segunda parte, o SC Pombal mostrou-se mais expedito, tentando uma dinâmica mais ofensiva, todavia os figueirenses chamaram a si o controlo das operações. O domínio figueirense acentuou-se e, aos 61′ e 75′, Pedro Nuno e Saramago perderam duas excelentes oportunidades de chegar à vantagem. Aos 67′, foi Moital que, com defesa arrojada, negou o golo a Duarte Lopes.

O esforço final dos figueirenses foi sufocante, e acabou por dar frutos quando a bola chegou até Mira que estava no momento e lugar certo para encontrar o caminho das redes forasteiras e sentenciar a partida.

Naval 2
Diogo, Miguel, João Andrade (Tomás Santos, int.), Pedro Nuno (Ruben, 74′), Mira, Nóbrega (Cantante, int.), Duarte Lopes, Saramago, Falcão (c), Simão, David Pires.
Não jogaram: Ventura, Diogo Mota, Rica, João Ferreira.
Treinador: Rogério Crespo.

SC Pombal 1
Moital, Alex, Xavier (c), Afonso, Daniel, Mini, Nuno, André (Leo, 56′), Gonçalo (Rodolfo, int.) (Edgar S., 74′), Duarte, Vasco.
Não jogaram: Skoda, Edgar, Diogo, Kiko.
Treinador: Ricardo Pateiro.

Texto e foto: Rogério Neves – Diário de Leiria