O GRAP deu um passo atrás na sua luta pelo título na Divisão de Honra ao perder em casa diante do SCL Marrazes por 0-2, num jogo que só ficou decidido nos últimos minutos. O triunfo dos marrazenses acaba por se justificar pela superioridade registada na segunda parte, aproveitando o abaixamento de produção dos homens dos Pousos naquela fase.

O jogo começou entretido, com o Marrazes a dar o primeiro sinal de perigo, mas o GRAP respondeu com dois remates de meia distância que passaram muito perto da baliza de Bento.

Com o passar do tempo o GRAP foi ganhando maior ascendente na partida, tendo ficado perto do golo na sequência de um canto em que Gui cabeceou ao poste. Do outro lado, foi Simão quem tentou a sua sorte, mas o remate saiu ao lado da baliza de Afonso.

Na segunda parte, o jogo perdeu a qualidade e intensidade verificadas no primeiro tempo, com o Marrazes a mostrar-se mais determinado e emocionalmente mais estável. Ainda assim, o perigo andou sempre arredado de ambas as balizas.

Só a nove minutos do final é que o jogo ganhou alguma emoção quando a defensiva do GRAP ficou a reclamar fora-de-jogo num lance em que Tiago aproveitou para ficar isolado, tirar Afonso do caminho e atirar para a baliza deserta.

Este lance aqueceu os ânimos dentro e fora do relvado, mas foi o Marrazes quem demonstrou maior maturidade, chegando mesmo ao 0-2 na sequência de um canto em que Diogo, com um cabeceamento subtil, desfez as dúvidas quan­to ao vencedor da partida.

Arbitragem com alguns erros de avaliação, ficando o benefício da dúvida ao árbitro assistente no lance do primeiro golo do Marrazes.|

GRAP 0
Rebelo, Luís (Francisco, 69′), Lourenço, Duarte, Fred, João Baptista, Miguel, Alex Monteiro (Tiago Lopes, 52′), Gonça (c), Gui, Mateus (Jimmy, 52′). Não jogaram: Tiago, Ricardo, Pinto, Francisco, Cordeiro.
Treinador: Luiz Carlos.

SCL Marrazes 2
Bento, Leo, Lopes, António, Fipi, Leandro, Machado (Carvalho, 70+3′), André (Tiago, int.), Vasco (c), Simão, Diogo (Joel, 70+4′). Não jogaram: Francisco, Pedro, Romeu, Cruz.
Treinador: Bruno Veloso.

Campo da Charneca, Pousos
Árbitro: Nélson Dias. Assistentes: Diogo Silva e João Santos.
Espectadores: 230. Ao intervalo: 0-0.
Golos: 0-1 Tiago (61′), 0-2 Diogo (68′).
Disciplina: Amarelo a Vasco (63′)

Texto: José Roque – Diário de Leiria
Foto: Rik Marlen