O Ginásio de Alcobaça estreou-se no campeonato nacional da 2.ª divisão de juniores com uma derrota caseira frente ao SCU Torreense por 1-3, num jogo em que pagou caro pelos erros cometidos e pela falta de eficácia.

O campeão distrital até foi a equipa que começou melhor, surpreendendo o seu adversário através de um futebol agressivo e dinâmico, mas, na primeira vez que o Torreense chegou à baliza contrária, conseguiu inaugurar o marcador. O lance começou com uma bola colocada nas costas da defesa alcobacense, com Quina a aparecer isolado perante Miguel Santos, com o avançado a não ter dificuldades para fazer o 0-1.

Este golo foi um autêntico balde de água fria para os homens da casa que, a partir daqui, não mais se encontraram. Aliás, coube sempre ao Torreense as melhores oportunidades, quase sempre pelo lado direito do seu ataque, obrigando a equipa da casa a vários calafrios.

À passagem da meia hora de jogo, o perigo voltou a rondar a baliza do Ginásio, valendo uma boa recuperação de Miguel a tirar a bola com uma palmada. Já em cima do intervalo, um mau atraso do defesa direito azul permitiu uma boa intercepção de Guilherme que levou o Torreense a elevar a contagem para 0-2.

Na parte complementar foi novamente o Ginásio de Alcobaça quem entrou melhor, sendo recompensado com o golo através de um livre marcado sobre o lado direito por Madruga, em que a bola cai na pequena área onde Marco Brites saltou mais alto que a concorrência, batendo José Assunção (1-2).

O golo motivou os rapazes de Paulo Brites que conseguiram nova oportunidade para marcar quando Nuno Zarro fica isolado frente a José Assunção, mas o guarda-redes visitante fechou bem o ângulo de remate, impedindo o empate.

Com 20 minutos ainda para jogar, ambos os técnicos mexeram nos bancos, mas foi o Torreense quem foi mais feliz quando, já perto do final, o defesa Martinho, na conversão de um livre de fora da área, fixou o resultado final em 1-3.|

GC Alcobaça 1
Miguel Santos, Pedro Lourenço (Nuno Zarro, 46′), Alexandre Bem (Tiago Nangi, 85′), Marco Brites, Tomás Santos, Nuno Carreira, Dukas (c), Tomás Pereira (Júlio Silva, 80′), Vladys, Francisco Matias e Miguel Madruga.
Não jogaram: Leonardo Brimbote, João Pimentel e Mário Ferreira.
Treinador: Paulo Brites.

SCU Torreense 3
José Assunção, Márcio, Cunha, Martinho, Quina (c), Kevin (Tiago, 65′), Guilherme (Aldair, 65′), Jacinto, Gabriel (Pedro, 56′), Carloto e Chaves.
Não jogaram: Tomás Silva, Sarreira, Micael e José Branco.
Treinador: João Paulo.

Estádio Municipal de Alcobaça
Árbitro: Rui Inácio (Santarém).
Assistentes: Pedro Ferreira e Fábio Pires.
Ao intervalo: 0-2.
Golos: 0-1 Quina, 0-2 Guilherme, 1-2 Marco Brites, 1-3 Martinho.
Disciplina: Amarelo a Alexandre Bem (62′), Carloto (80′), Quina (88′) e Francisco Matias (89′).

Texto e foto: Fernando José – Diário de Leiria