Embalados com a passagem às meias-finais da Taça de Portugal, o Caldas voltou a vencer, desta feita frente ao Coruchense (0-1), num jogo em que a equipa da casa foi mais dominadora, mas a turma do Oeste mostrou maior eficácia.

Começou melhor o Coruchense perante um Caldas a jogar mais na expectativa. Ainda assim, a equipa da casa demorou a criar reais situações de perigo, e só a meio da primeira parte é que o Coruchense ameaçou as redes de Luís Paulo, mas Caniço desviou por cima da baliza após cruzamento da esquerda de Ivan.

Pouco depois, a turma da casa voltou a ameaçar quando Rui Martins apareceu na área e atirou para defesa atenta de Luís Paulo. No minuto seguinte, foi Tiago Batista quem aproveitou o espaço à entrada da área do Caldas para rematar ao lado do poste.

O intervalo chegou com um Coruchense mais dominador e com a melhor oportunidade para chegar ao golo, perante um Caldas que parecia algo preso de movimentos, talvez a acusar os quatro jogos, dois deles com prolongamento, em duas semanas.

Na segunda parte o jogo foi mais dividido, e coube mesmo ao Caldas uma soberana oportunidade para marcar quando Pedro Emanuel assistiu João Tarzan, mas o guardião Valério fez a mancha e defendeu.

Com o jogo a caminhar para o fim, o melhor que o Coruchense conseguiu fazer foi um remate de Caniço da meia esquerda para defesa a dois tempos de Luís Paulo. Do outro lado, o Caldas foi bem mais eficaz já que, após jogada de Luís Farinha pela direita, a bola chegou a Felipe Ryan que atirou a contar para o único golo da partida.

Em cima do minuto 90, Rony viu o cartão vermelho directo por travar Batista que seguia isolado para a área, e, na sequência do livre, Joel Simões bateu contra a barreira, esfumando-se uma boa oportunidade para o conjunto de Coruche sair da partida com um ponto.

Com pouco tempo para se jogar, e em inferioridade numérica, o Caldas cerrou os dentes e assegurou um importante triunfo que coloca a equipa do Oeste numa posição mais cómoda na tabela. |

GD Coruchense 0
João Botelho; Semeano, Branco (Fred, 45’) e Cajarana; Rui Martins (Meneses, 90+1′), Mauro, Pedro Soares (David Silva, 58’), Tiago Batista e Ivan; Joel Simões e Caniço. Não jogaram: Garcia, Rodrigo Martins, Dinis, Botelho.
Treinador: André Luís.

Caldas SC 1
Luís Paulo; Cascão, Thomas Militão (c), Rony e Clemente; Paulo Inácio e André Simões (Vítor Tarzan, 37’); Nuno Januário (Luís Farinha, 72’), Felipe Ryan (Bernardo, 82’) e João Tarzan; Pedro Emanuel. Não jogaram: Natalino, Rui Almeida, Marcelo, Alexandre Cruz.
Treinador: José Vala.

Estádio Municipal Prof. José Peseiro, em Coruche
Árbitro: Gonçalo Nunes, AF Lisboa. Assistentes: Bruno Cunha e José Costa.
Ao intervalo: 0-0.
Golos: 0-1 Felipe Ryan (80’).
Disciplina: Amarelo a Branco (45+1’), Caniço (47’), Nuno Januário (50’), Militão (55’), Joel Simões (57’), Cascão (66’), João Tarzan (71’), Paulo Inácio (86’) e Bé (90+2′). Vermelho directo a Rony (89’).

Texto: Renato Santos – Diário de Leiria
Foto: Gazeta das Caldas