A direção do Caldas, liderada por Jorge Reis, emitiu esta sexta-feira um comunicado em que repudia os alegados insultos de teor racista dirigidos pelos seus adeptos a jogadores do Farense durante o jogo dos quartos-de-final da Taça de Portugal, que já motivaram a abertura de um processo disciplinar por parte do Conselho de Disciplina da federação. Eis o comunicado:

“Perante a notícia publicada em alguns jornais em que era referido que, durante o jogo da Taça de Portugal entre o Caldas SC e o Farense, alguns espectadores colocados na zona reservada aos sócios e adeptos do Caldas, teriam sido dirigidos insultos de teor racista dirigidos a jogadores do Farense, vem a direção do clube manifestar o seu repúdio por quaisquer manifestações daquele tipo, procurando que em situações futuras tal não volte a acontecer.”

Texto e Foto: Record