A UD Leiria venceu no final de tarde de sábado o Ferreira de Aves por 4-1 num jogo em que chegou a temer-se o pior, já que os leirienses foram para o intervalo em desvantagem. Contudo, no segundo tempo a formação leiriense puxou dos galões e assinou uma ‘remontada’ que traduziu a diferença de qualidade entre os dois conjuntos.

A UD Leiria começou o jogo de forma dominadora, criando várias situações de golo eminente, com destaque para um lance em que João Vieira, com tudo para fazer o golo, acabou por embrulhar-se com um defesa e o lance perdeu-se. Este lance acabou mesmo por ser um espelho do que foi o primeiro tempo: a UD Leiria a criar várias situações de golo, mas a desperdiça-las de forma incrível, com alguma displicência à mistura.

Depois de uma fase mais morna, a UD Leiria voltou a criar perigo numa boa jogada de combinação com Adriano Castanheira a surgir em boa posição, mas Nuno Rodrigues fez uma excelente defesa. Na sequência do canto, foi Nailson quem cabeceou à barra da baliza visitante.

Depois de tamanho desperdício e cerimónia leiriense para rematar à baliza adversária, o CR Ferreira de Aves mostrou como se faz e, perto do intervalo, inaugurou o marcador, numa excelente jogada individual de Kiko (o melhor jogador visitante) que, fletindo para o meio, rematou forte à entrada da área para um golo de belo efeito. Estava consumado o escândalo no municipal de Leiria.

Na segunda parte a UD Leiria entrou da melhor maneira ao chegar cedo ao golo do empate após excelente cruzamento de Brigues, com Leandro Souza a corresponder com um extraordinário pontapé acrobático que só parou no fundo das redes.

Pouco depois, já depois da UD Leiria ter visto um golo anulado, os leirienses deram mesmo a volta ao marcador após cruzamento na direita com João Vieira a cabecear com selo de golo, mas Diogo Abdul fez uma grande defesa com a mão, o que lhe valeu o cartão vermelho directo. Na cobrança do castigo máximo, o mesmo João Vieira atirou forte para o 2-1.

A perder, o Ferreira de Aves tentou mostrar as suas garras, mas deu mais espaço aos leirienses que souberam aproveitar quando Adriano rematou fora da área para defesa incompleta de Nuno Rodrigues, com Leandro Souza a fazer a recarga com um remate cruzado para o 3-1.

A situação dos visitantes ficou ainda mais complicada quando Kokora viu o vermelho directo por agressão, ao pisar na barriga o brasileiro Nailson.

Já perto do final, Leandro Souza ficou a dever a si próprio o ‘hat-trick’ quando, à boca da baliza, permitiu uma defesa por instinto a Nuno Rodrigues.

Já no período de compensação, a UD Leiria fixou o resultado final num lance de contra-ataque em que Fabrice Kah, usando a sua velocidade de ponta, surgiu na cara do guardião contrário e atirou a contar, naquele que foi o seu primeiro golo na época.

Arbitragem segura do trio de Lisboa.

UD Leiria       4
Wilson, Filipe Brigues (c), Nailson, Tony Correia, Denis, Sérgio Duarte (Diaby, int.), Ulisses, Pepo, Adriano Castanheira (Ernest, 82′), Leandro Souza, João Vieira (Fabrice Kah, 67′).
Não jogaram: Ricardo Campos, Kaká, Rukas, Nikolaesh.
Treinador: Rui Amorim.

CR Ferreira de Aves       1
Nuno Rodrigues, Diogo Abdul, João André, Tahirou Ndaw, Tiago Henriques, Gui (Ali, 83′), Calhau (c) (Carlão, 88′), Kokora, Soares (Vitinho, 88′), Kiko, Marado.
Não jogaram: Rúben Alfaiate, Tó.
Treinador: Rui Almeida.

Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, Leiria
Árbitro: José Rodrigues (Lisboa). Assistentes: Vítor Alves e Cláudio Maroto.
Espectadores: 150. Ao intervalo: 0-1.
Golos: 0-1 Kiko (41′), 1-1 Leandro Souza (48′), 2-1 João Vieira (59′, g.p.), 3-1 Leandro Souza (71′), 4-1 Fabrice Kah (90+2′).
Disciplina: Vermelho directo a Diogo Abdul (58′) e Kokora (79′).

Texto: José Roque – Diário de Leiria
Foto: Luís Filipe Coito