O golo é o resultado de uma série de factores – arte e habilidade misturadas com força e entusiasmo, e, como consequência, um momento em que a emoção do marcador e dos seus colegas e simpatizantes é só uma, vivida em verdadeira sintonia. Foi o que se passou no fim de tarde de sábado na Aldeia do Desporto, onde reinou um Marrazes categórico que cilindrou o rival leiriense por uns claros 7-1, num desafio que não se esperava tão desnivelado face à classificação de ambos os conjuntos na tabela classificativa.

A equipa da casa entrou em jogo de forma avassaladora e chegou à vantagem logo ao minuto 3, num excelente envolvimento pela direita entre Confraria e Leo com este a cruzar com conta, peso e medida para a cabeça de Bernardo Silva, que inaugurou o marcador.

O golo obrigou os visitantes a abdicar da sua estratégia mais cautelosa e a ir à procura do empate, que acabou por chegar num erro da equipa de arbitragem, que transformou um pontapé de baliza num pontapé de canto. Daí sucedeu a igualdade, com Fred a chegar primeiro e, de cabeça, a fazer o golo do empate no único remate enquadrado da UD Leiria.

Num dérbi aberto e disputado, a inspiração dos da casa foi-se traduzindo em perigo e em golos com o segundo a chegar num pontapé de penálti conquistado por Gui Lopes – mão na bola de Luisão. Rodrigo Confraria converteu sem dar hipóteses ao guarda-redes Afonso e estava reposta a vantagem no marcador.

Nota de relevo para uma grande oportunidade de golo protagonizada pelo irrequieto Simão Bastos no último lance antes do intervalo, numa jogada de contra-ataque em que atirou de pé esquerdo por cima da barra.

No segundo tempo, surgiu a avalanche Marrazense tirando partido da apatia e do desacerto dos visitantes. Ao minuto 50, Samir, num grande momento, libertou-se de dois adversários com nota artística e desferiu um pontapé fortíssimo à entrada da área colocando o placar em 3-1.

A toada mantém-se, apatia visitante e o 4.º tento surgiu dois minutos volvidos, numa boa jogada de Confraria que rematou para defesa incompleta de Afonso e Simão Bastos, na recarga, colocou o esférico no fundo das redes.

A desmotivação dos visitantes acentuou-se com o avolumar do resultado e a turma marrazense não tirava o ‘pé’ do acelerador, chegando ao 5.º golo numa cabeçada imponente de Bernardo Bastos na sequência de um pontapé de canto batido por Leo.

Poucos minutos depois novo calafrio para os visitantes: jogada individual de Leo sobre a direita que acabou derrubado na área dando origem a novo pontapé de penálti. O inevitável Confraria converteu tranquilamente para o 6-1.

Carregava o Marrazes, e Confraria (o melhor em campo) isolou Khalid com um grande passe, tendo este assistido Diogo Marques, que, de cabeça e de baliza aberta, não conseguiu fazer o golo.

Destaque ainda para Khalid isolado após insistência, a atirar ao lado num remate cruzado a passar a centímetros do poste e para um pontapé de Tiago Susano do meio da rua para boa defesa de Afonso.

Para finalizar em beleza, o capitão marrazense Rodrigo Confraria assinou o ‘hattrick’ depois de interceptar um mau passe de Fred pressionado por Khalid a provocar o erro, rematando cruzado e bola no fundo das redes leirienses pela 7.ª vez, para gáudio dos donos da casa a culminar uma excelente exibição.

Dérbi com um resultado pesado e atípico, mas que se justifica pois houve muito Marrazes para pouco UD Leiria num dia de muita inspiração dos pupilos de Bruno Ramos, perante uma arbitragem irregular.

SCL MARRAZES    7
Diogo Martins, Leo Sousa (Duarte João, 67′), Gui Lopes (Gui Duarte, 74’), Bernardo Bastos, Miguel Dias, Vasco Lopes, Samir (Diogo Marques, 74’), Simão Bastos (Tiago Susano, 67’), Confraria (c), Bernardo Silva e Duarte Ponte (Khalid, 67’). Não jogaram: Pedro Mota e Nuno Jorge.
Treinador: Bruno Ramos.

UD LEIRIA ‘B’     1
Afonso, Daniel Ribeiro (Salvador, 69’), Luisão, Fred, Francisco Felizardo, Gonçalo Ribeiro (Tomás Cordeiro, 60’), Alex Ribeiro, João Ferreira (Luís Gouveia, int.), Diogo Monteiro (António Reis, 69’) e Bryan Rosa (Guilherme Henriques, 60’). Não jogaram: Tiago Santos e Tomás Silva.
Treinador: Diogo D’Aprile.

Aldeia dos Desportos, Marrazes
Árbitro: Cláudio Monteiro.
Espectadores: 150. Ao intervalo: 2-1.
Golos: 1-0, Bernardo Silva (3’), 1-1, Fred Vieira (13’), 2-1, Confraria (22’, p.), 3-1, Samir (50’), 4-1, Simão Bastos (52’), 5-1, Bernardo Bastos (57’), 6-1, Confraria (59’, p.), 7-1, Confraria (80+1’).
Disciplina: Amarelo a Miguel Dias (69’). Bruno Ramos expulso do banco de suplentes.

Texto: Fábio Osório – Diário de Leiria