Num mau jogo de futebol, com raríssimas oportunidades de golo, a EAS Marinha Grande acabou por ser mais feliz na decisão por pontapés de penálti, carimbando a passagem às meias-finais da Taça.
O jogo começou sem grandes motivos de interesse e sem que nenhuma das equipas se conseguisse superiorizar. Ainda assim, foi o Marrazes quem se adiantou no marcador quando Leo ganhou um ressalto e, na linha de fundo, serviu de bandeja Samir para o golo inaugural.
A partir daqui a EAS ganhou maior ascendente do jogo e foi premiado por isso já que, após um cruzamento da direita, Oliveira, no coração da área, bateu Diogo Matos para o 1-1.
Na segunda parte, o Marrazes chegou a ter ligeiro ascendente no jogo, mas o perigo andou sempre arredado de ambas as balizas, num espectáculo demasiado pobre.
Com tamanha monotonia o jogo só poderia ser decidido nos pontapés de penalti e aí os ‘leões’ foram mais felizes, com o guardião Samuel em destaque ao defender o remate decisivo de Miguel Dias.|

SCL Marrazes 1*
Diogo Matos, Bernas, Miguel Dias, Duarte João, Gui Lopes, Vasco Lopes, Ben, Confraria (c), Leo (Duda, 60′), Samir (Diogo Marques, 60′), Khalid (Kiko, 60′). Não jogaram: Pedro Mota, Gui Duarte, Simão Bastos, Tegas.
Treinador: Bruno Ramos.

EAS Marinha Grande 1*
Samuel, Francisco, Carreira, André Sousa (c), Diogo Raínho, Gonçalo, Durbeck (Pedro Gil, 77′), Lucas Pegas, Oliveira (Tomás Machado, 77′), Nogueira, Tiago Soares. Não jogaram: Camarate, Kiko, Ruben, Vasco.
Treinador: David Salgado.

Campo Aldeia do Desporto, em Marrazes
Árbitro: Diogo Amado. Assistentes: Diogo Duarte e Daniel Alexandre.
Espectadores: 80. Ao intervalo: 1-1.
Golos: 1-0 Samir (12′), 1-1 Oliveira (24′)
Disciplina: Amarelo a Sousa (14′), Gonçalo (16′), Vasco Lopes (67′).
*Pontapés de penálti: 4-5.

Texto e foto: José Roque – Diário de Leiria