Francisco Zuela, antigo futebolista de 36 anos com passagens pela UD Leiria, Académica, Santa Clara, entre outros, prepara-se para lançar em Leiria um projecto inovador e educacional no futebol de formação, que inclui, além dos jovens jogadores, as respectivas famílias. O projecto já foi lançado na Grécia, pelo que o director e fundador da ‘Stars of the Future’ quer replicar o modelo em Leiria, estabelecendo uma parceria com a Costifoot, escola de futebol que pertence ao antigo guarda-redes Paulo Costinha e que está sediada no Outeiro da Fonte (Carvide).
Francisco Zuela, que é também CEO das Academias do Sporting na Grécia e no Chipre, foi companheiro de equipa de Costinha na UD Leiria e ambos foram treinados por José Mourinho que, para Zuela, é o “mestre”.
Na apresentação da parceria entre a Costifoot e a ‘Stars of the Future’, que decorreu ontem, Zuela explicou a escolha de Leiria para o pontapé de saída desde projecto em território nacional. “Leiria foi a cidade que me formou, por isso foi uma escolha natural. Quero retribuir o que esta cidade me deu”, frisou, acrescentando que será adoptado na academia o modelo de formação de futebol do Sporting: “É o único clube do mundo que educa”, disse.
Nesse sentido, alguns treinadores do Sporting irão ficar responsáveis pela parte técnica do treino. “Estes jovens podem usufruir da filosofia de formação do único clube que forma os seus jogadores para o alto nível e por onde passaram os melhores treinadores e jogadores portugueses”, explicou Francisco Zuela.
O responsável sublinhou ainda que este é “um projecto educacional e desportivo” cujo trabalho mostra “como está na hora de os atletas e das suas famílias mostrarem o seu potencial”.
Além disso, este projecto acaba por aparecer também no sentido que colmatar a fusão da Escola Academia do Sporting da Marinha Grande com o AC Marinhense, abrindo-se assim uma janela de oportunidade, explicou Francisco Zuela.
“O nosso foco está na educação, treino especializado e família. Em parceira com os clubes, treinadores e agentes, asseguramos uma carreira de sucesso ao oferecer uma base sólida em que cada atleta pode desenvolver o seu potencial ao máximo”, disse.
Segundo Paulo Costinha, a academia vai funcionar nas instalações da Costifoot, mas estão em “negociações com outros espaços”, sendo que “a gestão de todo o projecto” será da responsabilidade da ‘Stars of the Future’. Nesse sentido, a academia vai abranger “todos os escalões até aos juniores”, pelo que até ao final do mês de Junho a Costifoot “estará a desenvolver treinos de captação”.
Neste novo projecto de futebol de formação, Paulo Costinha será o director-geral da ‘Stars of the Future’ Portugal, enquanto Filipe Sousa será o director-executivo.|

Texto: José Roque – Diário de Leiria