O insólito aconteceu no domingo, no Campo da Charneca, nos Pousos. Antes do início do jogo, entre o GRAP e o CD Torres Novas, para a Taça de Portugal, o trio de arbitragem liderado  por Quitério Almeida, da Associação de Futebol de Lisboa, realizava uma reunião de preparação para a partida quando um dos árbitros assistentes não se terá apercebido que o tecto era mais baixo, tendo embatido violentamente com a cabeça, o que lhe terá provocado um traumatismo craniano. Face ao ocorrido, Renato Pereira, o árbitro assistente em questão, teve que receber assistência médica tendo-se facilmente percebido que não teria condições para se apresentar a jogo. Nesse sentido, foi substituído por André Mendes, árbitro da Associação de Futebol de Leiria. Ao que conseguimos apurar, o árbitro assistente foi suturado com quatro pontos, mas teve alta a tempo de assistir à segunda parte do jogo no túnel de acesso aos balneários.
De destacar ainda que nas bancadas do campo marcaram presença o presidente da Câmara Municipal de Leiria, Raul Castro, assim como o vereador do Desporto, Carlos Palheira, e José Cunha, presidente da União de Freguesias de Leiria, Pousos, Barreira e Cortes.