Num dérbi sempre bastante emotivo, este voltou a não ser excepção, com o SC Pombal a vencer a Pelariga por 3-2 num jogo que foi decidido no período de compensação, quando Leo deu os três pontos aos leões. O jogo ficou ainda marcado pela má arbitragem de Henrique Brites que a nível disciplinar deixou muito a desejar.
O equilíbrio foi a nota dominante nos primeiros minutos. Depois, os visitantes acercaram-se duas vezes da baliza dos locais com algum perigo, mas sem sucesso na finalização. Com o passar do tempo, o SC Pombal começou a assumir as despesas do jogo a partir dos 25 minutos e, antes do golo, dispôs de três claras situações de golo.
O golo surgiu ao minuto 38, após uma bela jogada de ataque dos locais, com Abdel a rematar para o fundo das redes de João Pedro.
Contra a corrente do jogo, a Pelariga chegou ao empate já perto do intervalo por intermédio de Digo. Num lance de bola parada a defesa pombalense ficou a ‘dormir’ e Digo aproveitou para empatar a partida.
Três minutos depois e ainda antes do intervalo, o SC Pombal voltou novamente à condição de vencedor, fruto de um golo de António, após assistência de Abdel.
No final dos primeiros 45 minutos a vantagem dos locais assentava bem pelo que as equipas produziram.
No segundo tempo o jogo decaiu muito de qualidade, com a infelicidade de se verem também algumas quezílias entre jogadores. Ainda assim, a Pelariga conseguiu chegar ao empate já perto do final, com Gonçalo Fidalgo a aproveitar uma defesa incompleta de Rodolfo para atirar para o fundo da baliza (2-2).
Depois disso, o SC Pombal ameaçou o golo mas João Pedro realizou uma óptima defesa. Depois, surgiu o canto apontado por Abdel em que Leo, de cabeça, fez o golo da vitória para gáudio dos adeptos da casa já no período de compensação.
O árbitro Henrique Brites realizou uma má arbitragem, sobretudo ao capítulo disciplinar. Incrível como não expulsou Miguel Cá e foi muito condescendente com Ivo. Benefício da dúvida no amarelo a Abdel na primeira parte.|

SC Pombal 3
Rodolfo; Vicente, Leo, Miguel Cá e Camará; Rafael Abreu (Figo, 86′), Rabi e Abdel; Jair,Guilherme (Gilles, 82′) e António (Justino, 73′).
Não jogaram: Luís, Tião, Thales e Dedé.
Treinador: Fernando Mateus.

GD Pelariga 2
João Pedro; Zeca, Digo, Joel (Coimbra, 62′) e Gonçalo Fidalgo; Paulo Santos (João Pinto, int.), Ivo e Sami (Frade, 62′); Tenente, Mota e Bajedas.
Não jogaram: Rodrigo, Zé Pedro, Simão e Hugo Eusébio.
Treinador: Marco Ferreira.

Estádio Municipal de Pombal
Árbitro: Henrique Brites. Assistentes: Rodrigo Pedro e Leonardo Dias.
Espectadores: 400. Ao intervalo: 2-1.
Golos: 1-0 Abdel (38′); 1-1 Digo (44′); 2-1 António (45+2′); 2-2 Gonçalo Fidalgo (87′); 3-2 Leo (90+5′).
Disciplina: Amarelo a Paulo Santos (9′), Abdel (11′), Rafael Abreu (42′), Bajedas (49′), António (55′), Ivo (67′) e Miguel Cá (77′).

Texto e foto: Cid Ramos – Diário de Leiria