A UD Leiria regressou às vitórias e de forma justa frente ao Vit. Setúbal (1-0) já que foi sempre uma equipa inteligente e que soube gerir os acontecimentos, perante um adversário que, apesar de ter mais bola, só em lances de bola parada conseguiu criar lances de perigo.
O jogo começou numa toada equilibrada e com as duas equipas a procurarem não arriscar em demasia. Apesar do equilíbrio, o Vit. Setúbal tinha mais bola, mas pela frente foi encontrando uma bem organizada UD Leiria que, com a lição bem estudada, sabia ao que vinha. Mesmo entregando o domínio ao adversário, raramente sentiu verdadeiro perigo junto da sua baliza. Na verdade, em toda a primeira parte, só por duas vezes o Vit. Setúbal conseguiu criar perigo e ambas em bolas paradas, com Dário Caetano a superiorizar-se entre os postes.
Se a primeira parte tinha sido algo monótona, melhor reinício de jogo não se podia esperar. Logo aos 47′, e no seguimento de um canto, o central Tomás Piedade antecipou-se a toda à gente e, de cabeça, colocou a UD Leiria em vantagem.
Se até aí os homens de Tiago Vicente já se sentiam confortáveis no jogo, mais ficaram, com o Vit. Setúbal a atacar muito, mas de forma algo precipitada, o que facilitava o trabalho dos homens da casa.
Só aos 80′ os sadinos conseguiram criar um lance de golo eminente, com uma bola a ressaltar ao segundo poste, e Daniel Pinto a estar muito perto do golo, valendo a rápida intervenção dos leirienses. A resposta não se fez esperar, e pouco depois, Henrique Santos, após cruzamento da direita, e já em esforço, desviou a bola para o poste.
Até ao final, os sadinos intensificaram a pressão, mas a defesa leiriense nunca deu veleidades ao adversário.
Arbitragem regular de Ricardo Baixinho, ficando apenas a impressão de excesso de rigor na expulsão de Tomás Piedade.|

UD Leiria 1
Dário Caetano, Ilyas Alilou, Tomás Piedade, Pedro Rafael, Mamadu Diallo, Henrique Santos (Celso Vieira, 90′), Tiago Claro (c), Maks (China, 79′), Abubacar Cabral, Nicky (Vasco Martins, 82′), Bruno.
Não jogaram: Francisco Vieira, Lucas Pegas, João Duarte, Tomás Dionísio.
Treinador: Tiago Vicente.

Vit. Setúbal 0
Diogo Santos, Alexandre Mendes, Marcos Raposo, Bruno Almeida, Miguel Rodeia, Rodrigo Jorge (João Costa, 60′), João Marouca (c), Tiago Martins, André Quendera, Bruno Ventura, Diogo Lopes (Daniel Pinto, 80′).
Não jogaram: Rafael Marcelino, João Bagão, Filipe Podstawsi, Guilherme Ribeiro, Diogo.
Treinador: Nélson Valente.

Campo da Mata, em Santa Eufémia
Árbitro: Ricardo Baixinho (AF Lisboa). Assistentes: Inês Andrade e Pedro Pereira.
Espectadores: 150. Ao intervalo: 0-0.
Golos: 1-0 Tiago Piedade (47′).
Disciplina: Amarelo a Diogo Lopes (1′), Abubacar Cabral (35′), Marcos Raposo (65′ e 85′), Ilyas Alilou (81′), Bruno Ventura (85′), Rodrigo Jorge (86′). Vermelho directo Tomás Piedade (88′).

Texto: Pedro Almeida – Diário de Leiria
Foto: UD Leiria