O Boavista e GRAP empataram (1-1) num jogo escasso em oportunidades pelo que a repartição de pontos acaba por se ajustar. A partida só teve emoção nos últimos 10 minutos, altura em que foram marcados os dois golos.
Na primeira parte, o GRAP entrou a todo o gás, jogando com rapidez e intensidade, mas a Boavista cedo se reorganizou, apostando no contra-ataque , enquanto a formação dos Pousos tinha mais iniciativa de jogo, mas sem consequências em termos ofensivos.
Na segunda parte, o cenário foi o mesmo, e só nos últimos minutos é que o jogo aqueceu. Primeiro foi Mantorras que, isolado, permitiu a defesa de Rui Pedro. Depois, o GRAP marcou mesmo num lance confuso em que Dany Marques cruzou para a área com Cédric a rematar enrolado e em esforço. Aproveitando a passividade da defesa da casa Dany Marques encostou para o fundo das redes. Estava desatado o nó.
Em cima do minuto 90, o GRAP podia ter voltado a marcar, mas Cédric, em boa posição, rematou ao lado quando podia ter feito bem melhor. E como quem não marca sofre, no período de compensação a Boavista chegou ao empate quando Luiz Souza fez gato sapato do defesa contrário e cruzou para a área onde estava Simão Silva a desviar para o 1-1 final.
Arbitragem positiva de Ricardo Carreira.|

GDR Boavista 1
Rui Pedro, Daniel Gregório, Tiago Oliveira, Ricardo Godinho, Pedro Roda, João Magalhães (c), Arilson (Luiz Souza, 76′), João Capão, Celso Pereira (Diogo António, int.), Francisco Reis, Lucas Fonseca (Simão Silva, 62′).
Não jogaram: Miguel Oliveira, Wilson, Laurentiu Chitanu.
Treinador: Marco Aurélio.

GRAP 1
Mocheco, Lagoa, Mbala, Migas, Lucas, Fábio Pedro (Rodrigo Silva, 70′), Caio Prado, Alexandre Cruz (Mantorras, 60′), Dany Marques, Vieirinha (Baixinho, 74′), Cédric..
Não jogaram: Renato, Fábio Martins, Diogo, Beny.
Treinador: Carlos Ribeiro.

Campo do GDR Boavista, na Boa Vista
Árbitro: Ricardo Carreira.
Assistentes: Henrique Ramos e Fábio Santos.
Espectadores: 250.
Ao intervalo: 0-0.
Golos: 0-1 Dany Marques (85′), 1-1 Simão Silva (90+3′).
Disciplina: Amarelo a Tiago Oliveira (45′), João Magalhães (70′), Diogo António (85′), Francisco Reis (88′).

Texto e foto: José Roque – Diário de Leiria