A Academia Marinhense (ex- EAS Marinha Grande) recebeu e perdeu frente ao Elvas por 2-3, num jogo intenso no Campo da Portela, sempre bem disputado e com incerteza no resultado até ao final.
A primeira parte começou bastante insípida, com as duas equipas a terem pouco espaço para jogar e a mostrarem que tinham a lição bem estudada. Foi o Elvas que deu o primeiro sinal de perigo aos 33 minutos, por intermédio de Tarouco, que fintou Roque e rematou para a baliza, valendo Francisco Marques ao conjunto da casa, a tirar em cima da linha.
Aos 36 minutos surgiu o primeiro golo da tarde. Jogada de insistência da Academia, cruzamento de Alexandre Ribeiro e, Tiago Soares, de cabeça, fez o golo, perante João Roque desamparado e fora de posição.
Quando tudo pensava que o jogo ia para o intervalo com um 1-0 no marcador, eis que Rúben Correia, com um remate fulminante de pé esquerdo e de livre, atirou para o empate, num golo em que Afonso Roque podia e devia ter feito mais.
Ao intervalo, o marcador assinalava um 1-1, justo pelo que foi a primeira parte.
A segunda parte começou como a primeira, embora com ligeiro ascendente da Academia Marinhense que controlava a partida com posse de bola, embora sem concretizar em oportunidades.
Mas foram os alentejanos que iriam chegar à vantagem, num lance de bola parada. Cruzamento para a área e, com um desvio subtil, Luís Pereira empurrou para o fundo das redes ‘vidreiras’. O terceiro golo chegaria pouco depois, com os homens da casa balanceados para o ataque: ressalto de bola e Sandro Silveira, só com Roque pela frente, atirou a contar.
A partir do terceiro golo dos visitantes, a Academia voltou à carga e chegaria ao golo por intermédio de Alexandre Ribeiro após cruzamento na direita em que Alexandre Ribeiro, com um remate potente, atirou perto do poste esquerdo de João Roque, fazendo o 3-2.
Até final, destaque para uma grande oportunidade de João Guilherme que, por pouco, não fez o empate, que colocava justiça no marcador.
O jogo contou com uma boa arbitragem de Renato de Carvalho, pecando apenas no tempo perdido na segunda parte e consequente compensação.|

Academia Marinhense 2
Afonso Roque, Diogo Silva, Pedro Carreira, Alexandre Ribeiro, Alex Pinho, Pedro Umbelino, João Dinis (c), Francisco Marques, João Santos, Tiago Soares (Pedro Jorge, 59’), André Moreira (João Guilherme, 55’).
Não jogaram: Bernardo Pereira, João Nunes, Rúben Costa, Rodrigo Nogueira, Guilherme Anceto.
Treinador: David Salgado.

‘O Elvas’ CAD 3
João Roque, Samuel Lopes, Pedro Fernandes, Tiago Martins, Rúben Correia, Tomás Lopes (Cirilo Romão, 75’), Lucas Rocha (Sandro Silveira, 60’), António Magro, Luís Pereira, Diogo Pereira, Samuel Tarouco (Tiago Gonçalves, 80’).
Não jogaram: Rodrigo Velez, Marcos Pires, Luís Castelo.
Treinador: Marcial Rodrigues.

Campo da Portela, Marinha Grande
Árbitro: Renato de Carvalho (Guarda). Assistentes: Miguel Martins e Hugo Ventura.
Espectadores: 75. Ao intervalo: 1-1.
Golos: 1-0 Tiago Soares (36’), 1-1 Rúben Correia (39’), 1-2 Luís Pereira (67’), 1-3 Sandro Silveira (70’), 2-3 Alexandre Ribeiro (76’).
Disciplina: Amarelo a Pedro Jorge (63’).

Texto e foto: André Lucas – Diário de Leiria