Na manhã do passado domingo, os iniciados do Peniche conseguiram uma folgada vitória sobre o Vigor Mocidade por 5-0, num jogo que acabou por não ter grande história devido ao desnível entre as duas equipas.
O resultado começou a definir-se bem cedo. Depois de um bom arranque de partida, os anfitriões chegavam ao golo aos 6 minutos, com Miguel Vagos a corresponder com grande qualidade técnica a um excelente cruzamento de Telmo Fonseca, para inaugurar o marcador.
Os da casa continuaram a pressionar e, aos 22 minutos, Miguel Vagos foi rasteirado por um adversário, quando seguia só com o guarda-redes pela frente. Este viria a ser um minuto de duplo azar para o Vigor, pois, para além da expulsão de Diogo Costa, o capitão do Peniche, João Antunes, com uma cobrança exemplar do livre resultante à entrada da área, elevou o marcador para 2-0.
Reduzida a 10 jogadores, só em cima do intervalo o Vigor conseguiu criar a primeira jogada de perigo, mas sem consequências de maior.
Na segunda parte e a favor do vento, o Peniche continuou à procura de golos, que surgiram com naturalidade por Pedro Gonçalves, ao minuto 52, depois de boa jogada individual. Sem forças para reagir e sem conseguir importunar a defesa anfitriã, o Vigor acabaria por conceder mais dois golos nos instantes finais do jogo. O primeiro por Guilherme Inácio, que se incorporou bem numa jogada de ataque e finalizou com remate cruzado uma boa jogada colectiva. E já no último minuto do encontro, João Ramiro fechou a contagem, mais uma vez de livre directo e a aproveitar o vento que se fazia sentir.
Vitória justa dos homens do mar, que desta forma conseguem o segundo triunfo no campeonato e ascendem ao 8.º lugar.
Boa arbitragem, num jogo fácil de dirigir.|

GD Peniche 5
Rafael Pereira, Sérgio Correia, Mauro Ferreira, Bernardo Ferreira (Martim Sousa, 35′), Bernardo Lopes (Guilherme Inácio, 35′), Diogo Vieira (Fábio Manuel, 35′), Daniel Correia (Pedro Gonçalves, 35′), João Antunes (c), João Ramiro, Telmo Fonseca (André Chagas, 49′), Miguel Vagos.
Não jogaram: Francisco Martins e Sebastião Thiran.
Treinador: João Aguiar.

Vigor Mocidade 0
Bernardo Oliveira, Guilherme Miranda (Tomás Cacoete, 49′), Pedro Rolo, Rafael Pestana (Gonçalo Seara, 61′), João Basilio, Diogo Costa, Paulo Alves, Luis Alves, André Carvalho, Rodrigo Santos (Tiago Cascão, 31′) e João Barroso.
Não jogaram: José Henriques.
Treinador: Luís Ferreira.

Estádio do Grupo Desportivo de Peniche
Árbitro: Ricardo Baixinho (AF Lisboa). Assisten-tes: Filipe Marques e Gonçalo Freire.
Ao intervalo: 2-0. Espectadores: 150.
Golos: 1-0 Miguel Vagos (6′), João Antunes (24′), Pedro Gonçalves (52′), Guilherme Inácio (67′) e João Ramiro (69′).
Disciplina: Amarelo a Martim Sousa (55′). Vermelho directo a Diogo Costa (23′).

Texto: Nuno Copa – Diário de Leiria