Numa tarde marcada por muita chuva, a Boavista saiu de Vieira de Leiria com três pontos fruto de uma vitória (1-2) numa partida em que dominou a primeira parte e depois soube sofrer na segunda.
Entrou melhor a Boavista, a ocupar mais o meio-campo caseiro e a fazer pressão alta quando a equipa da Vieira queria sair a jogar. No primeiro lance de real perigo, os axadrezados chegaram ao golo por intermédio de Francisco Reis que aproveitou uma falha defensiva para inaugurar o marcador.
Reagiu bem o Vieirense que repôs a igualdade pouco depois num livre superiormente batido por André Cruz, em que Palecas pouco podia fazer.
Até ao descanso foi sempre a Boavista a procurar mais o golo e, por duas ocasiões, esteve perto de o fazer. Primeiro Diogo António, isolado, rematou fraco e Ruben desviou para canto, e depois foi Francisco Reis quem voltou a permitir boa intervenção do guardião caseiro.
A segunda parte começou praticamente com um livre perigoso de André Cruz, mas desta feita Palecas ganhou o duelo defendendo o remate. Pouco depois Freitas ganhou nas alturas aos centrais contrários, mas a cabeçada saiu rente ao poste.
Neste período era a equipa anfitriã a dominar mais a partida e de novo a criar perigo por Teles, mas Palecas, mais uma vez, mostrou-se seguro entre os postes.
Numa transição de bola rápida, e numa das únicas vezes que conseguiu ir à baliza contrária na segunda metade, a Boavista chegou à vantagem com Simão Silva a concretizar depois de alguma confusão na área.
Até final o Vieirense aumentou a pressão e o perigo foi rondando a baliza forasteira, mas nem Fábio Lucas nem Júlio conseguiram dar o melhor destino ao esférico e a partida terminou com a vantagem dos comandados de Marco Aurélio.
O árbitro Henrique Brites não teve uma tarde nada fácil em Vieira de Leiria. Teve de recorrer à cartolina amarela muitas vezes e ainda deu ordem de expulsão a ambos os treinadores, contudo não nos parece que tenha tido influência no resultado. |

ID Vieirense 1
Ruben Lopes, Daniel Oliveira, Freitas (Fábio Lucas, 81’), Bruno Ferreira (Cláudio, 30’), Ruben Fernandes, Júlio, Letra (c), André Cruz (Héber, 71’), Serginho, Teles e Flávio Botas.
Não jogaram: Carlos Vieira, Luís Carlos e Rego.
Treinador: Luciano Silva.

GDR Boavista 2
Palecas, Gregório (Miguel Oliveira, 65’), André Amores, Godinho, Pinuco, Capão, Ari, João Oliveira (c), Lucas, Francisco Reis (Nuno Vieira, 80’) e Diogo António (Simão Silva, 61’).
Não jogaram: Rui Pedro, Igor e Luiz Sousa.
Treinador: Marco Aurélio.

Estádio Albano Tomé Feteira, em Vieira de Leiria
Árbitro: Henrique Brites. Assistentes: Rodrigo Pedro e Leonardo Dias.
Espectadores: 180. Ao intervalo: 1-1.
Golos: 0-1 Francisco Reis (16’), 1-1 André Cruz (23’), 1-2 Simão Silva (73’).
Disciplina: Amarelo a João Oliveira (10’), Lucas (19’), Flávio Botas (27’), Francisco Reis (32’), Pinuco (38’), Teles (49’), Gregório (57’), Miguel Oliveira (80’), Serginho (83’), Cláudio (84’), Héber (85’), Capão (85’). Ordem de expulsão para os técnicos Luciano Silva e Marco Aurélio.

Texto e foto: Carlos Pinheiro – Diário de Leiria