O Campo da Portela recebeu na passada tarde de sábado o jogo grande da jornada da Divisão de Honra, que opunha o Marinhense ao Caldas, equipas que proporcionaram um bom espectáculo de futebol, com a vitória final a recair para a formação vidreira por 2-1.
Começou melhor a equipa ‘alvinegra’ da Marinha Grande, com um remate de Diogo Domingues que, isolado, atirou a contar, mas Diogo Soveral cortou em cima da linha.
À passagem do minuto 26, o Marinhense chegaria ao golo: arrancada de André Frias pela esquerda, passe para Francisco Leal que o médio só teve de encostar para fazer o primeiro da tarde.
O Marinhense aumentaria a vantagem pouco tempo depois, por André Frias, que somava um golo a uma assistência. Grande passe a isolar André Frias e o avançado, com Guilherme Maranhão pela frente, atirou a contar com um “chapéu” de belo efeito.
O jogo chegaria ao intervalo com um 2-0 favorável aos homens da casa, mas seria o Caldas SC que entraria mais forte na segunda parte, marcando logo no reatar da partida, por Renato Galveias.
Até final, destaque apenas para a expulsão de Leandro, recebendo vermelho directo após uma entrada duríssima sobre um jogador do Caldas, vivendo-se momentos finais de pressão na área marinhense, mas sem muitas oportunidades de real perigo por parte do Caldas SC.
Com este resultado o Marinhense ascendeu ao 6.º lugar da prova, ao passo que o Caldas SC desce ao 8.º lugar.|

Texto e foto: André Lucas – Diário de Leiria