Terminou como começou o embate entre Vieirense e Ansião não por falta de oportunidades mas sim pela falta de acerto na hora de concretizar.
A equipa da casa entrou melhor no jogo, a assumir o controlo da bola e a ocupar mais o meio-campo adversário, mas pertenceu ao Ansião o primeiro momento de registo, quando Christian ganhou a linha e cruzou, com Diogo Ribeiro a falhar o alvo. Do outro lado, Botas ganhou nas alturas aos centrais forasteiros e falhou por pouco a baliza de Lionel.
No resto da primeira parte foi sempre sinal mais do Vieirense, mas os caçadores mantinham a defesa caseira em alerta com contra-ataques ‘venenosos’.
Antes do intervalo, André Cruz teve uma oportunidade soberana de abrir o marcador, mas viu o seu remate barrado, em cima da linha por Yuri, quando já se gritava golo no Albano Tomé Feteira.
O Ansião entrou forte na segunda parte com Christian a rematar cruzado, coma bola a desviar bum defensor levando a bola à barra da baliza de Rúben. Pouco depois foi Diogo Ribeiro a surgir solto na área e a cabecear para defesa segura do guardião caseiro.
Paulatinamente o Vieirense reassumiu o controlo do jogo e foi criando perigo para as redes do Ansião. Primeiro um livre de André Lourenço levava selo de golo, mas Lionel desviou para canto com a defesa da tarde. Depois, Botas com remate à meia-volta errou por pouco o alvo.
O Ansião também esteve perto do golo numa jogada de insistência e, desta feita, foi Luís Carlos a salvar na linha de baliza quando Rúben já estava batido.
Até final o Vieirense aumentou a pressão, mas a eficácia na hora de finalizar não era a melhor. Num livre tenso de Cláudio para a área Júlio desviou de cabeça e a bola ainda raspou no poste. Perto de terminar, Botas com bom trabalho dentro de área serviu Teles e este falhou o que parecia mais fácil quando tinha a baliza deserta à sua mercê.
Nulo final castiga a falta de acerto na finalização, sobretudo do Vieirense, num jogo bem disputado e com arbitragem muito positiva de Joana Rodrigues. |

ID Vieirense 0
Ruben Lopes, Júlio, Ruben Fernandes, Serginho, Luís Carlos, Letra (c), André Cruz (Cláudio, 83’), Daniel Oliveira, André Lourenço, Flávio Botas e Teles (David, 87’).
Não jogaram: Carlos Vieira, Bruno Diniz, Fábio Lucas e Freitas.
Treinador: Luciano Silva.

CC Ansião 0
Lionel, Nelson, Comboio (c), Yuri, Isac, Koné, Costa (Ocian,75’), Salvador, Diogo Ribeiro (Vlad, 83’), Gonçalo (Malta, 88’) e Christian. Não jogaram: Pesca, Matheus, Marco e Almeida.
Treinador: Ricardo Silva.

Estádio Albano Tomé Feteira, Vieira de Leiria
Árbitro: Joana Rodrigues. Assistentes: Paulo Leitão e Ruben Anjos.
Espectadores: 150.
Disciplina: Amarelo a Costa (62’), Ruben Fernandes (74’), Nelson (90’) e Vlad (90’)

Texto e foto: Carlos Pinheiro – Diário de Leiria