O jogo entre o AC Marinhense B e o GD “Os Vidreiros” que deveria completar-se esta noite, depois de ter sido interrompido ao intervalo por condições atmosféricas adversas, durou apenas dois minutos. Na base desta insólita situação, esteve o facto de a equipa de Picassinos se ter apresentado no Campo da Portela com apenas oito jogadores, sendo que pouco depois de o jogo ser reatado, dois destes oito jogadores, ter-se-ao lesionado, o que levou o árbitro Jorge Carreira,  a dar como terminado o jogo, pelo facto de a equipa do GD “Os Vidreiros” não ter o mínimo de jogadores obrigatórios por lei.