Na tarde do último domingo, a AD Portomosense recebeu o CCR Alqueidão da Serra, em mais um dérbi concelhio, que terminou com a vitória da equipa da casa (3-2), numa partida bem disputada e emocionante.
Entrou melhor o Portomosense que bem cedo tentou tomar conta da partida. O Alqueidão da Serra optou por jogar na expectativa e sair em contra-ataque, ou aproveitar eventuais bolas paradas. Foi o que fez pouco depois quando Leandro encostou de cabeça para o golo inaugural, num canto superiormente batido por João Videira.
O conjunto da casa não sentiu o golo sofrido e voltou à carga, no entanto as oportunidades não surgiam e o Alqueidão aproveitava para sair em contra-ataque. Numa dessas saídas podia ter aumentado, mas o remate de Vasco Gonçalves saiu ao lado.
De seguida, uma jogada de entendimento sobre a direita podia ter resultado no golo do empate, mas o remate de Elton Cruz morreu nas mãos de Miguel Santos. Empate que chegou pouco depois num livre de Rica, aproveitado da melhor forma por Filipe Carvalho, cabeceando para o golo.
Em cima do apito para o intervalo, novo livre lateralizado batido por Rica, rasteiro para a entrada de Afonso Feteira que, de pé esquerdo, fez o 2-1.
A etapa complementar começou da mesma forma da primeira, com os comandados de Pedro Solá a dominarem o adversário e podiam mesmo ter aumentado a vantagem quando Afonso Feteira, já no interior da área, fez uma ‘maldade’ a Tiago Cerejo e rematou muito perto do alvo.
Respondeu de pronto o Alqueidão que ficou perto de marcar em duas ocasiões. Primeiro Dady rematou forte e rasteiro, mas ao lado, e pouco depois, foi Rudy que testou a atenção de Caio Moreira.
Na resposta, duas boas combinações do meio-campo do Portomosense deram a oportunidade a Rodrigo Rivas de aumentar a vantagem, mas, nos dois lances, a bola passou a centímetros dos ferros. De seguida, um brilhante passe de Rica isolou Afonso Feteira mas uma defesa de recurso de Miguel Santos evitou o golo. Na recarga, Elton Cruz atirou por cima.
Quando nada o fazia prever, o Alqueidão chegou ao golo, em mais um canto batido ao segundo poste por João Videira, onde apareceu Tiago Cerejo que empatou a partida com um remate indefensável.
A partir deste momento o Portomosense tentou ter bola para chegar à vitória e o Alqueidão apenas contra-atacava, acabando por ser mais feliz o conjunto da casa que, num livre directo do meio da rua de Farruba, chegou ao 3-2 final.
O Alqueidão ainda forçou o empate, mas apenas de bola parada conseguiu chegar perto da baliza de Caio Moreira. Primeiro Rudy, de livre directo para defesa segura do guardião brasileiro, e depois Fitas desviou de cabeça para o poste, num canto de qualidade de Luís Correia.
O resultado premiou a equipa que mais procurou o golo e não ficou apenas à espera de responder ao que o adversário iria fazer, numa partida ‘quentinha’ dirigida de forma positiva por Diogo Amado.|

AD Portomosense 3
Caio Moreira; Carlos Cruz, Filipe Carvalho, Farruba, Caracol; Boris (Zé Sousa, 69’), Elton Cruz (c), Rica; Rodrigo Rivas (Amaro, 85’), Afonso Feteira, Félix Carvalho (Cepeda, 46’). Não jogaram: Makê, Nuno Miguel, Junior Seidi, Daniel Pereira.
Treinador: Pedro Solá.

CCR Alqueidão Serra 2
Miguel Santos; Pauleta, Tiago Cerejo, David Marques, João Videira (Fitas, 80’); João Matos (Colaço, 58’), Leandro (c), Rudy, Vasco Pontes (Luís Correia, 69’); Vasco Gonçalves, Dady.
Não jogaram: João Roque, Fábio Carvalho, João Costa.
Treinador: Filipe Faria.

Estádio Municipal de Porto de Mós
Árbitro: Diogo Amado. Assistentes: Hélio Baptista e Flávio Monteiro.
Espectadores: 300. Ao intervalo: 2-1.
Golos: 0-1 Leandro (15’), 1-1 Filipe Carvalho (39’), 2-1 Afonso Feteira (45’), 2-2 Tiago Cerejo (69’), 3-2 Farruba (79’).
Disciplina: Amarelo a Rudy (40’), Boris (54’), Cepeda (78’), Filipe Carvalho (82’), Carlos Cruz (87’), Elton Cruz (90+2’).

Texto: Pedro Sousa – Diário de Leiria
Foto: Rodolfo Deylott