O Marinhense venceu o Mirense por 3-1, num jogo em que o líder do campeonato teve a perder, mas os vidreiros foram demolidores na segunda parte, conseguindo a reviravolta.
Começou melhor o Marinhense que foi somando oportunidades na primeira parte suficientes para ir em vantagem para o descanso. João Paulo, no primeiro aviso, cabeceou por cima após cruzamento de Rúben Martins.
O Marinhense pressionava e criava mais perigo, mas tardava em criar uma real situação de perigo. Do outro lado, o Mirense também tentava fazer estragos, e deixou o aviso por Matias, que obrigou Guerra a uma boa defesa. Do outro lado, João Paulo rematou para uma boa defesa de Nuno. Ainda antes do intervalo, o Mirense chegou à vantagem. Bola colocada na área alvinegra, Fred empurrou um atacante mirense e o árbitro assinalou prontamente grande penalidade que Henrique Canela não desperdiçou, levando a sua equipa em vantagem para o intervalo.
Na segunda parte esperava-se um Marinhense mais pressionante e dono do jogo, e foi isso que aconteceu, com Marco Aurélio a arriscar e a colocar Pedro Emanuel e Pedro Faustino em detrimento dos defesas Fred Machado e Nélson Marques. E a opção surtiu logo efeito, já que Pedro Emanuel foi empurrado dentro da área, com o avançado a empatar a partida na conversão do castigo máximo. Ainda festejavam os adeptos alvinegros quando Pedro Emanuel fazia o seu segundo da tarde, com um remate potente, colocando pela primeira vez o Marinhense em vantagem. Os homens da Marinha Grande podiam ter feito o 3-1 por duas vezes, primeiro por Pedro Emanuel que cabeceou para boa defesa de Nuno e depois por Luís Oliveira que cabeceou ao lado da baliza. Mas o golo chegaria mesmo, por Rúben Coelho, após uma jogada de insistência em que a bola sobrou para o avançado que disferindo um remate colocado, ao ângulo da baliza, fez o golo da tarde. Arbitragem positiva. |

AC Marinhense 3
João Guerra, Fred Machado (Pedro Emanuel, int.), Nélson Marques (Pedro Faustino, int.), Luís Oliveira, Zé Pedro, Pedro Rodrigues, André Sousa, Fábio Silva (Alex Dias, 80’), Rúben Coelho, Rúben Martins, João Paulo.
Não jogaram: Hugo Pinheiro, Tozé, Bernardo Lopes, Marcos Santos.
Treinador: Marco Aurélio

UR Mirense 1
Nuno Caetano, Gonçalo Alves, Diogo Fonseca, Ezequiel Justino, Gonçalo Crespo (Carlos Niné, 78’), Diogo Caetano, Francisco Carreira (Ahmed Mansour, 85’), Igor Marcon, Rafael Reis, Testas (Tiago Lúzio, 58’), Henrique Canela.
Não jogaram: Thallis Emanuel, Mário Susano, Rodrigo Damasceno, Renan Machado.
Treinador: Carlos Ribeiro.

Campo da Portela, Marinha Grande
Árbitro: Rafael Marques.
Espectadores: 230.
Ao intervalo: 0-1.
Golos: 0-1 Henrique Canela (42’ p.), 1-1 Pedro Emanuel (52’ p.), 2-1 Pedro Emanuel (53’), 3-1 Rúben Coelho (75’).
Disciplina: Amarelo a Rúben Coelho (34’) e Pedro Rodrigues (72’).

Texto e foto: André Lucas – Diário de Leiria