O Mirense voltou a fazer história ao garantiu a passagem para as meias-finais da Taça do Distrito, ao vencer o sempre aguardado dérbi com os vizinhos do Alqueidão da Serra por 1-0, num jogo em que a turma de Cabé jogou mais de uma hora em inferioridade numérica.
Começou melhor o Mirense com maior posse e controlo de bola, conseguindo jogar mais perto da área contrária. Esta estratégia acabou por dar os seus frutos já que, aos 17′, na sequência de um livre lateral, Igor cruzou para a área e Renan, com um toque subtil, desviou a bola para o fundo da baliza.
O Alqueidão tentou reagir e ainda beneficiou da expulsão por vermelho directo de Canela num lance em o que o jogador do Mirense pisou o adversário.
Reduzidos a 10 unidades, os homens da casa juntaram as linhas e não permitiam à turma de Alqueidão grandes chances de se aproximarem com perigo da baliza de Nuno Caetano. Aliás, perto do intervalo, o Mirense podia ter dilatado num chapéu de abas largas de Vlad que, ainda no seu meio-campo, tentou surpreender o guardião André, com a bola a passar perto do travessão.
No reatamento, o Alqueidão chegou por duas vezes perto da baliza adversária, mas sempre com perigo relativo, pois eram os da casa que conseguiam controlar o jogo, principalmente no duelo físico a meio-campo.
Com o passar do tempo, o técnico Filipe Faria colocou mais unidades na frente de ataque, contudo o jogo não ia correndo de feição ao Alqueidão, que ainda tentou num ‘pressing’ final, mas a desinspiração dos avançados e uma grande defesa de Nuno Caetano não permitiram sonhar com o prolongamento.
Arbitragem sem grandes reparos, mas a expulsão de Caneta pareceu-nos algo exagerada.|

UR Mirense 1
Nuno, Gonçalo Alves, Diogo Fonseca, Ezequiel, Crespo, Renan (Damasceno, 90+3′), Diogo Caetano (c), Rafael, Igor (Ahmed, 77′), Vlad (Nine, 54′), Canela.
Não jogaram: Mota, Samuel, Leonardo, Francisco.
Treinador: Cabé.

CCR Alqueidão Serra 0
André, Serginho, Tiago Cerejo, David, Videira (Pauleta, 74′), Danny, Telmo Vazão (c) (Colaço, 59′), Leo, Dady, Rudy, Vasco Gonçalves (Fitas, 74′).
Não jogaram: Miguel, Matos, Ciro, Fabinho.
Treinador: Filipe Faria.

Estádio Manuel Donato dos Santos Ferreira, Mira de Aire
Árbitro: José Agostinho. Assistentes: Ricardo Nobre e Marco Mendes.
Espectadores: 200. Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 Renan (17′).
Disciplina: Amarelo a Gonçalo Alves (23’), Leandro (24′), Colaço (90’), Diogo Caetano (90+2’), Vasco (90+3’). Vermelho directo a Canela (28′).