Fábio Félix, conhecido na gíria futebolistica como Félix, fez toda a sua formação nas escolas do S.L.Marinha, passando este último ano na equipa do Pilado, onde por várias vezes chegou a ser o capitão de equipa.
 
FDL – Félix, foste durante alguns anos uma das figuras do Pilado. Que balanço fazes desse ciclo que agora termina?
Bom…eu ainda não considero que seja um ciclo que esteja terminado! O pilado é sem dúvida um clube pelo qual tenho o maior respeito e carinho, foi o clube que me acolheu no 1º ano de sénior e fui muito bem recebido e muito bem tratado! Espero ter a porta do Pilado sempre aberta como já aconteceu quando fui a época passada para o Vieirense, acabei por voltar ao Pilado o que me deixou feliz por ter sido novamente recebido!
Tudo o que tenho do Pilado são óptimos momentos e acima de tudo grandes amigos que fiz nas 2 épocas que lá estive! Tenho o maior respeito pelo clube e por o seu Presidente, Paulo Moleirinho!

FDL – Apesar de tudo, de óptimas condições e de um bom grupo de jogadores, o Pilado não tem conseguido a subida de divisão. O que é que tem falhado?
Sinceramente não sei, o Pilado é, na minha opinião, o clube que melhores condições tem na 1ª distrital, nada falta aos jogadores nem a equipa técnica, mas isso não tem sido suficiente porque se fosse só por condições e por plantel o Pilado já estaria sem duvida alguma noutras divisões! Mas falta algo “extra-futebol” e um pouco de sorte, que também faz parte do jogo! Mas o Pilado tem crescido como clube de ano para ano, e este ano estão se a reforçar muito bem, com jogadores muito bons. Aposto na subida do Pilado esta época!

FDL – Como vês a desistência de tanta equipa de futebol nos distritais? Preocupa-te?
Realmente preocupa-me bastante, muitos clubes com tradição no nosso futebol não aguentam as dificuldades dos tempos de hoje! Mas acho que também por vezes não são geridos da forma correcta porque penso que muitos clubes ganham 500 e gastam 1000! Mas por vezes é bom pararem para recomeçarem um pouco mais tarde com outras bases!

FDL – Neste período tem-se especulado muito sobre o teu futuro. Falou-se muito nos Vidreiros e no S.L. Marinha. Tinham algum sentido esses rumores?
Nesta altura especula-se muito sobre tudo, não só de mim mas de muitos outros jogadores, falava-se muito nas transferências ou permanências! Mas posso confirmar que houve conversas entre mim e vários clubes, inclusive, Vidreiros e S.L. Marinha mas não passou disso! Fico grato por ter sido abordado, é sinal que o meu trabalho é reconhecido! Pelo que ouvia dizer eu já estava confirmado em mais que um clube( risos) mas a seu tempo tudo ficará esclarecido!

FDL – Como vês o regresso do S.L. Marinha ao futebol sénior?
Com uma alegria enorme, o S.L. Marinha é o “meu” clube, foi a minha 2ª casa durante anos e anos! Onde fiz amizades para toda a vida e onde cresci como homem e como jogador! Devo muito ao S.L. Marinha, e ás pessoas que me acompanharam durante as épocas que lá estive, nomeadamente ao Zé Afonso que sempre foi meu director e dedicava-se de corpo e alma ao nosso plantel! São pessoas que trabalham com o verdadeiro “amor” à camisola! Fico feliz por saber que essa boa gente voltou com ainda mais força e vontade de levar o bom-nome do S.L. Marinha ate onde merece! Porque é o clube com melhor formação e com grande historial no desporto na nossa região! Infelizmente não tive a oportunidade de jogar no escalão sénior do S.L. Marinha, por terem terminado na época que subi a sénior, mas um dia vou lá voltar porque sinto saudades de vestir aquela camisola e representar aquele grandioso Clube!

FDL – O teu futuro vai passar pelo Alq. Serra. O que te levou a aceitar esse convite?
Como qualquer jogador, eu tenho a ambição de chegar os mais longe possível, estar numa divisão de Honra é sempre bom e ainda para mais a próxima época na Honra esta com muito mais valor, com jogadores muito bons e por isso com um nível de exigência muito grande, o que motiva qualquer jogador! A Honra para o ano vai ser uma boa “montra” para quem ambiciona crescer no futebol!

FDL – Quais os teus objectivos pessoais e colectivos para a próxima época?
Acima de tudo estão os objectivos colectivos, estamos na luta pelos 1ºs lugares, mesmo sabendo que temos pela frente equipas muito boas, queremos acabar lá em cima! Em termos pessoais, neste momento, tenho “fome” de títulos (risos), mas trabalho e luto para ser o melhor no que faço, quero e vou tentar fazer golos, que é essa a minha função, mas se não os fizer que seja um colega de equipa, que a mim já me deixa muito feliz e é para isso que o colectivo trabalha! Tenho uma meta pessoal que será de igual modo boa para o colectivo! Vou aumentar a fasquia da época passada, que era de 25 golos e fiz 26, agora quero 30! (risos) mas se fizer 10 e formos campeões não me importo de não alcançar o meu objectivo pessoal! (risos)