Foi ainda em casa emprestada que o Ouriense recebeu a equipa da Sertã, num jogo fácil para o 11 dirigido por Sérgio Gaminha que, aproveitando as fragilidades da defesa de Ourém, terminou a partida com uma vitória por 3-1.

O primeiro lance de perigo até pertenceu aos homens da casa numa boa jogada de combinação em que Miguel Neves rematou às malhas laterais da baliza defendida por Gustavo. Minutos depois, o Sertanense tirou partido de um ‘brinde’ de Micka, mas o esférico passou por cima da barra. Após alguma insistência, Ricardo Barros acabou mesmo por fazer o golo, aproveitando um livre bem marcado por Galvão.

O Ouriense tentava trocar a bola e apostar no ataque, mas as falhas graves do Ouriense criaram perigo para a baliza de Hélio e o segundo golo do Sertanense esteve perto de acontecer depois de o guarda-redes da casa ter ‘passado’ a bola a Rúben Nogueira que rematou por cima da barra.

Perto do intervalo, foi um fora-de-jogo não assinalado que esteve na origem do segundo golo do Sertanense com Micka a marcar na própria baliza.

A segunda parte começou com um penálti marcado pelo capitão do Sertanense Leandro Santos, após uma falta duvidosa de Dércio Ribeiro sobre um jogador adversário. Apesar da vantagem confortável do Sertanense, a bola continuou a rondar a baliza defendida por Hélio, como foi o caso de um remate de Galvão que acertou no poste.

Do outro lado, depois de Dércio tentar a sua sorte num remate forte, mas longe da baliza do Sertanense, foi Miguel Neves a assinar o primeiro e único golo do Ouriense, de grande penalidade, após uma mão de Bruno Cardoso na área.

Perto do apito final, o Sertanense podia ter aumentado a vantagem, após cabeceamento de Mauro ao poste na sequência de um canto. Na resposta, numa jogada entre Leandro e Miguel Neves, valeu a boa defesa de Gustavo. Foi ainda Ivan, actualmente melhor marcador do campeonato, o autor da última jogada de perigo que, na origem, teve nova uma falha de Hélio, mas a bola passou ao lado da baliza.

Arbitragem com alguns erros e lances duvidosos.

CA Ouriense    1
Hélio Santos, Tony (Zim, 45′), Parracho, Micka, Luís Lagoa, Nelson Brites (Ricardo Silva, 50′), Dino Martins, Dércio Ribeiro, Miguel Neves, Quim Valinho (Luzio, 66′), Leandro.
Não jogaram: Stéphane, Steve, Jota, TD.
Treinador: Nuno Domingos.

Sertanense    3
Gustavo, Galvão, Mauro, Ricardo Carvalho, Bruno Cardoso (Ibrahim, 87’), Fred Lopes, Leandro, Rúben, Bruno Grou (Weliton, 76′), Ivan, Ricardo Barros (Issouf, 90′).
Não jogaram: Luís Pedro.
Treinador: Sérgio Gaminha.

Campo da Chã, em Caxarias
Árbitro: Marco Gomes (Leiria). Auxiliares: Rudy Silva e Artur Louceiro.
Espectadores: 40. Ao intervalo: 0-0.
Golos: 0-1 Ricardo Barros (22′), 0-2 Micka (40′, a.g.), 0-3 Leandro Santos (47′, g.p.), 1-3 Miguel Neves (70′, g.p.).
Disciplina: Amarelo a Micka (30’), Bruno Cardoso (69′), Ricardo Barros (90′).

Texto e foto: Bruna Santos – Diário de Leiria