Na tarde de sábado, o Marrazes bateu o GRAP por 3-2, numa partida muito bem disputada, e com vitória justa da equipa que mais procurou o golo, sobretudo na segunda parte.

O GRAP foi até a equipa quem entrou melhor na partida, tentando pegar no jogo e criar perigo junto da baliza contrária, mas Bernardo Ramos e Wilson não tomaram as melhores decisões.

Numa primeira parte nem sempre bem jogada, destaque para os remates de Rafael Guedes para grande defesa de António Fernandes, de Nuno Joaquim que, de ‘bicicleta’, acertou na trave e de Filipe Duque ao poste, após falha de comunicação entre o guarda-redes visitante e a sua defesa.

Na segunda metade, praticou-se melhor futebol e foi o conjunto da casa a tomar as rédeas do jogo. Assim, podia ter inaugurado o marcador, mas o cabeceamento de Luís Dinis foi cortado em cima da linha por Mateus Santos e o remate em jeito de Rafael Guedes tirou tinta do poste.

O golo inaugural surgiu dos pés de Nuno Joaquim num remate de fora da área, forte e colocado, sem hipóteses para António Fernandes.

Pouco depois, Nuno Joaquim, já no interior da área, recebeu a bola de costas para a baliza, levantou-a e executou na perfeição um remate de ‘moinho’ que bateu na trave antes de entrar.

Na resposta, o GRAP reduziu por Leonardo que aproveitou uma defesa incompleta de João Silva para fazer o 2-1.

O recém-entrado Matheus Santos ainda permitiu uma das defesas da tarde a António Fernandes, num remate forte e cruzado, mas pouco depois o mesmo jogador aumentou a contagem ao rematar ao ângulo inferior esquerdo da baliza do GRAP.

A equipa visitante apenas esboçou uma reacção em cima dos 90’, mas os remates de Wilson e Matheus Santana foram defendidos para canto por João Silva.

No último lance da partida, o GRAP reduziu mesmo num remate de primeira, à meia-volta, de Matheus Santana, na sequência de um canto.

Boa arbitragem de Domingos Miguel e seus pares.|

SCL Marrazes 3
João Silva; Rafael Agostinho (Daniel Figueiredo, 90+1’), José Zimas, Diogo Pires, Gonçalo Gomes (José Pedro, 90+1’); Bruno Xavier, Elvis (c), Luís Dinis (Deidimar, 90+1’); Filipe Duque (Matheus Santos, 75’), Rafael Guedes, Nuno Joaquim. Não jogaram: André Carvalho, Gonçalo Cordeiro, Daniel Remígio.
Treinador: Bruno Ramusga.

GRAP 2
António Fernandes; Miguel Oliveira (c), Ricardo Conceição, Francisco Ruivo (Jonathan, 81’), Mateus Santos; Armindo (Rodrigo Francisco, 64’), Wilson, Carlos Tavares; João Tavares (Leonardo, 64’), Matheus Santana, Bernardo Ramos. Não jogaram: Edgar Almeida, Gonçalo Moniz, João Oliveira, João Marques.
Treinador: Miguel Xavier.

Campo Aldeia do Desporto, em Marrazes
Árbitro: Domingos Miguel. Assistentes: João Nunes e Paulo Bizarro.
Espectadores: 80. Ao intervalo: 0-0.
Golos: 1-0 Nuno Joaquim (61’), 2-0 Nuno Joaquim (65’), 2-1 Leonardo (67’), 3-1 Matheus Santos (83’), 3-2 Matheus Santana (90+6’).
Disciplina: Amarelo a Rafael Agostinho (48’), Gonçalo Gomes (50’), João Tavares (58’).

Texto e foto: Tiago Santos – Diário de Leiria