Jogo antecipado da 13 ª Jornada do Campeonato INATEL de Leiria, entre Olho Marinho e Vila Maria.
Duas equipas com objetivos diferentes, com a equipa da casa a fugir dos últimos lugares da tabela, e a equipa de Peniche a aumentar a vantagem sobre o Turquel e Pataias, que jogam amanhã entre elas (dia 18, pelas 15h em Turquel).
Início de jogo, com a equipa forasteira a entrar melhor no jogo, mais pressionante na zona do meio campo, em que aos 4 minutos de jogo, numa boa jogada do meio-campo do Vila Maria, João Santos isola-se no lado direito, em que este passa para Nuno Ângelo e remata com perigo, desviado pelo central Cristiano para canto. Não foi à primeira, foi à segunda: canto direto cobrado por Emanuel Caneco (Kilo), o Guarda Redes da casa não agarra, e de recarga na pequena área, Paulinho encosta para o fundo das redes.
De seguida, em mais um canto do lado esquerdo para o Vila Maria, bola no segundo poste e João Conceição (Néu), cabeceia e Telmo a cortar em cima da linha o dois zero para a equipa visitante.
Ao minuto 14, João Nuno cobra um lançamento longo, com grande confusão na área, em que a bola bate no braço do Jogador do Olho Marinho. Ficou um penalti por assinalar a favor da equipa de Peniche.
A equipa da casa apostou no jogo direto, criando algumas dificuldades nas bolas paradas, tendo o GR do Vila Maria (Carlos Ramos) ‘socado’ as bolas para canto.
Mas a equipa de Vila Maria não tirou o pé do acelerador, e aos 23 minutos, cruzamento de João Santos, Nuno Ângelo penteia a bola para Kilo, e este com um bom remate de pé esquerdo na zona penalti, finaliza com sucesso, sem hipóteses para Micael Militão.
Na primeira ocasião de perigo do Olho Marinho, livre batido de Pedro Duarte para a área, com saída em falso de Carlos Ramos, e ninguém a encostar para o fundo da baliza.
Na segunda parte, o Vila Maria com mais posse de bola, queria mais, e numa grande jogada de Fábio Ribeiro e Nuno Ângelo, Fábio Ribeiro isola-se, mas este adianta demais a bola, o GR chega primeiro, e Nuno Ângelo e de recarga remata, e João Pedro tira a bola em cima da linha de golo.
Apartir daí, o jogo perdeu alguma qualidade, mas mesmo assim, o Vila Maria criou mais ocasiões, com uma grande jogada individual de João Moreira a rematar fora da área, passando perto do ângulo superior direito, e numa boa jogada entre Paulo Pinto, Neves e Nuno Ângelo, com este isolado, remata ao poste (minuto 74).
Com o jogo a caminhar para o fim, houve mais dois golos após o minuto 80, de Pedro Neves (numa boa assistência de Paulo Pinto), e de Rui Mamede (canto cobrado por João Moreira e assistência de Rui Galego) a encostar para o 4-0 final.Boa arbitragem, com ficha limpa, num jogo sem polémica no resultado, faltando um grande penalidade por assinalar sobre o Vila Maria.

OLHO MARINHO – 0
Micael Militão, Edgar, Mesquita, Cristiano, João Pedro, Paulo, Telmo, Pedro, Diogo, Valter, Pedro e João Silva
Suplentes: Ricardo, Rui e David

VILA MARIA – 4
Carlos Ramos, Christian, Sérgio, Néu, João Moreira, Michael, Paulinho, Fábio Ribeiro, Emanuel, João Santos e Nuno Ângelo
Suplentes: Rui Mamede, Galego, Neves e Paulo Pinto

Ao intervalo: 0-2
Golos: Paulinho (5min), Emanuel (23min), Pedro Neves (80min) e Rui Mamede (84min)

Texto e fotografia: Celso Neto