O Marinhense B recebeu e venceu o Bombarralense (2-1), e aproveitou da melhor forma o deslize do GD Nazarenos, no dia seguinte, para segurar o primeiro posto de forma isolada.
Na noite fria de sábado, foram precisos apenas cinco minutos para a equipa da casa inaugurar o marcador: remate cruzado de Joca, no lado direito da área, a colocar a bola no fundo das redes do adversário.
O jogo mantinha-se calmo e sem grande ritmo, pelo que o 1-0 arrastou-se até ao intervalo num jogo sem grandes emoções.
No reatar da segunda parte, o Bombarralense chegou ao empate, no seguimento de um canto em que David Santos agarrou o esférico e Rafael Lourenço acabou por rematar a bola para o fundo das redes, perante os protestos dos alvinegros.
Porém, os homens da Marinha Grande não demoraram a responder e, no minuto seguinte, um remate à entrada da área foi desviado pela defensiva Bombarralense, com a bola a passar perto do poste. De seguida, num livre no corredor central, Rodrigo Martins evitou o golo com uma excelente defesa.
O golo que as duas equipas tanto procuravam apareceu para a equipa da casa, ao minuto 68. Erro defensivo da equipa visitante que permitiu a Joca isolar-se e, na cara do guarda-redes, o avançado a­proveitou para bisar na partida. Um golo bastante festejado entre jogadores e adeptos, junto ao seu próprio banco.
Em vantagem, a equipa alvinegra foi criando oportunidades, com destaque para Ricardo Carpinteiro que fintou quatro adversários e, à entrada da área, rematou à figura de Rodrigo Martins.
O conjunto do Bombarral quase festejava o empate, no minuto 85, na sequência de um canto, mas Edgar cortou a bola praticamente em cima da linha, para alívio dos adeptos da casa.
Arbitragem bem conduzida por Pedro Menino.|

AC Marinhense ‘B’ 2
David Santos, Edgar Alves, Zé Miguel, Vítor Duarte, Pedro Alves (Douglas Takeda, 59’), Ricardo Carpinteiro, Zé Ricardo, Tiago Ferreira, Marcos Santos (João Luís, 81’), João carlos (Ricardo Oliveira, 89’), Marco Azenha.
Não jogaram: Jorge Oliveira, Filipe Gonçalves, João Teles, Marcos Vareta.
Treinador: Viítor Duarte.

SCE Bombarralense 1
Rodrigo, Rafael Lourenço, Fábio Henriques (Miguel Pereira, 87’), Bernardo Silva, Miguel, Pedro Fonseca (João Correia, 60’), Ricardo Espírito Santo, Ricardo Santos, Diogo José (Bruno Lopes, 84’), João Henrique, Edgar Garcia.
Não jogaram: Cristiano, João Pedro Duarte, Rui Pedro Santos, João Santos.
Treinador: Gonçalo Carloto.

Campo da Portela, Marinha Grande
Árbitro: Pedro Menino.
Assistentes: Francisco Ferreira e Diogo Silva.
Espectadores: 200.
Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 João Carlos (5’), 1-1 Rafael Lourenço (49’), 2-1 João Carlos (68’).
Disciplina: Amarelo a Miguel (8’), Bernardo Silva (36’), Marcos Santos (41’), Zé Ricardo (51’), Diogo José (62’), Marco Azenha (67’), Fábio Henriques (80’), Douglas Takeda (88’), João Correia (90+4’). Vermelho a Bernardo Silva (90+4’).

Texto e foto: André Lucas – Diário de Leiria