Os iniciados da UD Leiria receberam e venceram o AC Marinhense (3-1) num jogo bem disputado sob imensa chuva, em que o resultado acabou por premiar o conjunto mais eficaz.
Começou melhor a UD Leiria, com mais posse de bola e pressionante, sempre a rondar a baliza de Daniel Silva. Depois de algumas boas jogadas construídas, os homens da casa chegaram à vantagem com naturalidade: arrancada pela direita de Hugo Almeida que terminou com a finalização do mesmo para o fundo das redes de Daniel Silva, fazendo o primeiro da partida.
O golo fez aumentar o ritmo do jogo, e durou pouco a vantagem da equipa de José Horta já que após boa jogada no ataque do Marinhense, a bola sobrou para Gonçalo Bastos que, com um pontapé forte, atirou para um grande golo, sem hipótese para Danilo Carreira.
O Marinhense, com o empate, parecia estar mais confortável na partida, mas a primeira parte terminou com um 1-1 no marcador.
A segunda parte prometia um jogo intenso e bem disputado, com as duas equipas a procurarem a vitória, e foi isso que aconteceu.
A primeira oportunidade de perigo surgiu para a UD Leiria, que foi mais esclarecida e melhor na segunda parte. Após cruzamento na direita do ataque leiriense, Daniel Silva não segurou a bola à primeira, e por pouco Francisco Ferreira não fez o 2-1.
Pouco depois, Dinis Silva teve perto de marcar de cabeça, após um livre bem batido por Lourenço Borges, mas o cabeceamento saiu ao lado.
Adivinhava-se o golo da UD Leiria, e o mesmo aconteceu à passagem do minuto 69: livre batido para a área do Marinhense e Hugo Miguel, de cabeça, a fazer um chapéu a Daniel Silva e a colocar de novo os unionistas em vantagem.
A partir daqui o Marinhense assumiu a partida, mas sem criar grandes lances de perigo. Já perto do final, no período de compensação, a UD Leiria chegaria a novo golo por Francisco Ferreira através de um contra-ataque fulminante com remate de André Martinez para defesa do guardião contrário, e Francisco Ferreira, na recarga, a estabelecer o 3-1 final.|

UD Leiria 3
Danilo Carreira (Tiago Carvalho, 80+3’), Guilherme Branco, Lourenço Borges, Gonçalo Santos, Hugo Miguel, Simão Carvalho, Miguel Gomes (Simão Lopes, 75’), Martim Moreira, Hugo Almeida (André Martinez, 78’), Dinis Silva (Martim Ribeiro, int.), Francisco Ferreira.
Não jogaram: André Dinis, Ivan Monteiro, Rodrigo Marques.
Treinador: José Horta.

AC Marinhense 1
Daniel Silva, André Mendes, Gonçalo Bastos, Simão Domingues (Hugo Carvalho, 63’), André Balinha, Simão Meca, Duarte Florência, Bruno Albuquerque, Osvaldo Moreno, Gonçalo Rolo, Bernardo Alfaiate (Paulo Alves, 63’).
Não jogaram: Miguel Gomes, Edgar Lercas, Alexandre Quinzico, Tomás Alexandre, João Ferreira.
Treinador: Miguel Pinto.

Campo da Mata, Santa Eufémia
Árbitro: David Pimenta. Assistentes: José Bicho e Carla Rosário.
Espectadores: 250. Ao intervalo: 1-1.
Golos: 1-0 Hugo Almeida (9’); 1-1 Gonçalo Bastos (11’), 2-1 Hugo Miguel (69’), 3-1 Francisco Ferreira (80’).
Disciplina: Amarelo a Hugo Miguel (28’), Simão Meca (34’), Duarte Florência (44’), Osvaldo Moreno (64’), Simão Lopes (76’), Francisco Ferreira (80+3’).

Texto: Filipe Oliveira – Diário de Leiria
Foto: André Lucas