Em tarde de inverno, o AC Marinhense recebeu o UD Santarém e apesar do domínio inicial dos forasteiros, foram os homens da casa quem mandaram no jogo e quem mais procurou o golo. Contudo, o empate sem golos revela as dificuldades marinhenses ao nível da concretização e premeia a boa organização defensiva dos escalabitanos.
Após o ímpeto inicial da UD Santarém, foi a equipa da Marinha Grande quem tomou conta da partida. Contudo, só a meio da primeira parte e na transformação de um livre sobre a esquerda, Pedro Emanuel criou o primeiro lance de golo. No minuto seguinte Leandro foi à direita e, também de bola parada, proporcionou a Pinto uma excelente defesa.
A praticar um futebol em profundidade e com Pedro Emanuel sempre muito activo, a equipa da casa manteve o domínio e as oportunidades sucediam-se naturalmente. A UD Santarém, por seu lado, procurava acertar as marcações e manter a sua baliza inviolada, mas, sem nunca tirar os olhos da baliza adversária, ainda esteve perto do golo quando Mendonça, na zona central, não deu o melhor seguimento a uma jogada de perigo.
As equipas regressaram das cabines sem promover qualquer substituição pelo que se manteve a toada ofensiva do Marinhense e o resultado em branco.
Com a entrada de Ednilson e depois de Abdel a equipa de André Madrid ganhou mais velocidade na extrema direita e aumentou a agressividade, mas continuava sem soluções para ultrapassar a reforçada muralha defensiva dos escalabitanos.
Pouco depois, Abdel, acabado de entrar, serviu Leandro que no coração da área rematou forte. Ainda se gritou golo, mas o esférico razou o canto superior esquerdo da baliza de Pinto.
Assistia-se nesta fase a um jogo de sentido único e o Marinhense jogava no meio-campo adversário com a UD Santarém a defender como podia, conseguindolevar a água ao seu moinho até ao apito final.
O trio de arbitragem ajuizou quase sempre bem pelo que fez um trabalho positivo.|

AC Marinhense 0
Jair Mosqueira, Rúben Martins, Luís Oliveira, Fábio Santos, Ricardo Ferreira, André Sousa (c), Saya (Ednilson, 58’), Jean Sinisterra, André Perre, Leandro Antunes, Pedro Emanuel (Abdel 74’).
Não jogaram: João Guerra, Elton, Bernardo, Córdoba, Rúben Coelho.
Treinador: Andrés Madrid.

UD Santarém 0
Gonçalo Pinto, Hugo Grilo, André Santos, Yaka, Nuno Longo, Sténio, Tiago Baptista, Saavedra (c) (Ganhão 82’), Rúben Gouveia, Bruno Mendonça (Didi, 70’), Leo Mofreita (Tomás Cardoso, 89’).
Não jogaram: Diogo Ferreira, João Martins, Allan Santos e Serginho Vieira.
Treinador: André Luís.

Estádio Municipal da Marinha Grande
Árbitro: Gonçalo Nunes (AF Lisboa).
Assitentes: Bruno Cunha e Rui Macedo.
Espectadores: 100.
Disciplina: Amarelo a Yaka (19’), Luís Oliveira (21’), Allan Santos (27’), Jean Sinisterra (45’), Saavedra (49’), Fábio Ferreira (61’), Nuno Longo (69’), Rúben Gouveia (78’ e 89’), Gonçalo Pinto 84’). Vermelho por acumulação a Gouveia (89’).

Texto: Paulo Daniel – Diário de Leiria