O Caldas SC não foi além de um empate (1-1) no terreno do Torreense, num jogo com poucas oportunidades de golo e em que os pelicanos deixaram fugir a vantagem na segunda parte.
O jogo começou muito equilibrado, com a bola a ser disputada maioritariamente no meio-campo, com o perigo a andar afastado das balizas.
Ainda assim, o primeiro sinal de relativo perigo pertenceu ao Torreense quando Sow rompeu pela direita e cruzou atrasado para o remate de primeira de Lucas Reis que saiu por cima da barra.
Cinco minutos depois, o Caldas inaugurou o marcador num livre descaído sobre a esquerda, com André Santos a bater na perfeição, fazendo a bola entrar junto ao poste mais distante, com Joel Tomás a ficar pregado no relvado.
O Torreense tentou responder à desvantagem, mas os pelicanos assinaram uma exibição eficiente na ocupação dos espaços defensivos, não dando grandes veleidades aos homens da frente do conjunto de Torres Vedras. O melhor que conseguiu foi um cabeceamento de Danilson que Luís Paulo segurou bem.
Na segunda parte, o Torreense entrou a todo o gás chegando ao empate através de um lance de insistência após um lançamento lateral, em que Danielson recuperou a bola e serviu sow que, de primeira, desviou a bola de Luís Paulo e restabeleceu a igualdade.
A partir daqui o jogo manteve-se equilibrado, com o Torreense a ter ligeiro ascendente. Ainda assim o conjunto da casa criou perigo quando Leonel se preparava para ficar sozinho, valendo ao Caldas um grande corte de Pedro Gaio.
Com o passar do tempo nem as substituições trouxeram mudanças significativas ao jogo, com a ausência quase total de lances de perigo, pelo que o jogo arrastou-se até ao apito final com um empate que acaba por se aceitar. |

SCU Torreense 1
Joel Tomé, Pedro Almeida, Fábio Marinheiro, Danilson, Evaldo, Mauro Andrade, Fábio Arcanjo, Sow (Tom Tavares, 83′), Leonel Alves, Lucas Reis (Rúben Fidalgo, 53′), Klynsman (Dinis Franco, 77′).
Não jogaram: Ricardo Campos, Michel, Aílson, Tomás Meneses.
Treinador: Quim Berto.

Caldas SC 1
Luís Paulo, Juvenal, Militão (c), Pedro Gaio, Passos (Hugo Neto, 66′), Paulo Inácio, Leandro (Yordy, 56′), Pedro Faustino, André Santos, Ricardo Isabelinha, Luís Farinha.
Não jogaram: Rui Oliveira, Ruca, Karim, Nuno Januário.
Treinador: José Vala.

Estádio Manuel Marques, Torres Vedras
Árbitro: Paulo Barradas (AF Setúbal).
Assitentes: Joaquim Gato e André Duque.
Ao intervalo: 0-1.
Golos: 0-1 André Santos (31′), 1-1 Sow (50′).
Disciplina: Amarelo a Passos (35′), Danilson (64′), Yordy (72′), Pedro Gaio (90′).