Num jogo marcado pela presença de um denso nevoeiro do início ao fim do jogo, o CCR Alqueidão da Serra e o AC Marinhense B acabaram por repartir pontos, numa partida quase sempre equilibrada, pelo que o empate (1-1) final acaba por se justificar. Apesar de tudo, o resultado prejudica as duas equipas que não aproveitaram da melhor maneira o deslize do líder GRAP
O jogo começou sem que nenhuma das equipas conseguisse dominar o encontro. Quer em termos de domínio de posse e de oportunidades de golo nunca houve uma grande superioridade por parte qualquer um dos conjuntos.
Ainda assim, à passagem do minuto 29 surgiu o golo do Alqueidão da Serra numa jogada em que Rúben Araújo lançou o contra-ataque para Vasco Gonçalves que desviou a bola de David Santos e encostou para inaugurar o marcador.
O AC Marinhense não tardou em responder igualando o marcador quatro minutos depois por Marcos Santos que aproveitou uma bola mal aliviada por parte da defesa do Alqueidão da Serra e uma saída a punhos em falso do guarda-redes André Tavares, para desviar a bola para o fundo das redes (1-1).
Na segunda parte o nevoeiro intensificou-se e o jogo manteve-se ‘partido’, mas com poucas oportunidades claras de golo de parte a parte. Destaque apenas para uma boa intervenção por parte de cada guarda-redes: André Tavares defendeu com o pé um remate do jogador do AC Marinhense e David Santos fez um excelente voo a defender um remate de Conca.
Até ao final o resultado não mais se alterou, isto apesar de ambas as equipas terem procurado chegar ao triunfo, ainda que sem sucesso.|

Texto: Carlos Pereira – Diário de Leiria
Foto: Patrícia Rodrigues