O GRAP empatou (0-0) no terreno do EAS Marinha Grande e perdeu os primeiros pontos no campeonato, contudo a formação dos Pousos mantém a liderança intacta. O resultado acaba por se aceitar e penaliza a falta de acerto na finalização das duas equipas.
A primeira parte a partida teve pouca qualidade futebolística, com o GRAP a apresentar algum domínio territorial, mas sem criar qualquer oportunidade clara de golo.
O único momento de algum aperto para a baliza vidreira surgiu de livre directo, de muito longe, com Duarte Lopes a obrigar Tiago Gomes a defesa apertada a dois tempos.
Na segunda parte, o jogo teve mais motivos de interesse. Nesta fase, a melhor oportunidade pertenceu à EAS Marinha Grande quando o guardião Tiago Gomes bateu mal uma bola, mas Miguel Filipe, com a baliza à sua mercê, atirou ao lado. Este lance abalou o GRAP que viu o adversário criar mais duas situações claras de golo, mas os avançados da casa pecaram na finalização.
A partir daqui o GRAP ‘acordou’ e respondeu através de um contra-ataque conduzido por Tomás Gameiro, que serviu Bernardo Gomes que, com tudo para marcar, atirou ao lado. Nesta fase o GRAP voltou a tomar conta do jogo e a acercar-se com maior perigo da baliza contrária, mas não conseguiu acertar na baliza contrária.
A cinco minutos do fim o GRAP ficou reduzido a dez unidades, mas não deixou de ser a equipa que mais procurou o golo.
Arbitragem com vários erros de análise de Eduardo Menino, tendo complicado o que parecia fácil.|

EAS Marinha Grande 0
Tiago Gomes, Simão Cerejo, Simone Novo, Afonso Carmo, Tomás Silva, Guilherme Fernandes, Alex Coelho (Martim Ferreira, int.), André Vinagre (c), Simão Medina, Simão Heleno (Miguel Filipe, int.), Rui Sousa.
Não jogaram: Rodrigo Alfaiate, Guilherme Fonseca, Laura Pereira.
Treinador: Ricardo Garcia.

GRAP 0
Miguel Pereira, José Hingá, Rodrigo Nascimento, André Sousa, Tiago Simões (Guilherme Afonso, int.), David Mota, Duarte Lopes (c), David Susavila, Tomás Gomes (Bernardo Gomes, 56′), Lucas Gonçalves (Tomás Gameiro, int.), Gonçalo Vicente.
Não jogaram: Mota, Emanuel Fernandes, Diogo Mota, Duarte Fernandes.
Treinador: Ricardo Ferreira.

Campo da Portela, Marinha Grande
Árbitro: Eduardo Menino. 
Assistentes: Eduardo Gomes e Telmo Rodrigues.
Ao intervalo: 0-0. Espectadores: 90.
Disciplina: Amarelo a David Mota (52′ e 75′). Vermelho por acumulação a David Mota.

Texto e foto: José Roque – Diário de Leiria