Depois de quatro empates consecutivos, o Caldas regressou às vitórias ao bater o Oliveira do Hospital por 2-0, com um golo marcado em cada uma das partes.
O jogo começou movimentado, com o golo a surgir cedo através de uma transição em que Ricardo Isabelinha rematou cruzado, com o guardião João Alves a tocar na bola, mas a não conseguir impedir que a bola entrasse na sua baliza.
A partir daqui os visitantes tentaram reagir, mas até ao intervalo não conseguiram criar uma real situação para marcar, apesar de várias tentativas. Do outro lado, foi o caldense Ricardo Isabelinha quem ficou perto de bisar, mas a bola saiu perto da barra.
Na segunda parte, o Caldas entrou novamente a marcar cedo. Mais uma vez após uma transição rápida, Ricardo Isabelinha serviu Luís Farinha que, vindo de trás, entrou na área com a bola controlada e atirou a contar, de nada valendo o facto de João Alves ter tocado na bola.
Até ao final, o jogo foi repartido e a melhor oportunidade pertenceu ao Caldas quando Hugo Neto surgiu isolado, mas não conseguiu bater o guardião contrário.|

Caldas SC 2
Luís Paulo, Juvenal, Militão (c), Pedro Gaio, Luís Farinha, Paulo Inácio, André Santos, Pedro Faustino, André Simões (Yordy, 67’), Leandro (Nuno Januário, 76’), Ricardo Isabelinha (Hugo Neto, 67’).
Não jogaram: Rui Oliveira, Passos, Bruno Eduardo, Ruca.
Treinador: José Vala.

FC Oliveira Hospital 0
João Alves, Fred Martins, Kaique Jordan, Romário (c) (Mingachos, 74’), André Freitas, Henrique Leça, Bruny, Garrido, Maeda (Zé Francisco, 58’), Anoumou (Trajceski, int.), Rafael Silveira.
Não jogaram: Marco, Tiago Dias, David Brás, Fred Neves.
Treinador: Miguel Valença.

Campo da Mata, Caldas da Rainha
Árbitro: Fábio Lourenço (AF Viseu). Assistentes: Jorge Ramos e Luís Ramos.
Ao intervalo: 1-0. Espectadores: 300.
Golos: 1-0 Ricardo Isabelinha (11’), 2-0 Luís Farinha (52’).
Disciplina: Amarelo a André Santos (5’), Romário (20’), Pedro Gaio (59’), Fred Martins (71’), Henrique Leça (90+3’).