Num jogo em que até nem precisou de forçar muito, o Marinhense B goleou a Moita do Boi por 6-1 e beneficiou da derrota do GRAP em Peniche para assumir a liderança da Divisão de Honra.
O jogo começou num ritmo morno, com a bola sempre distante das duas balizas. O Marinhense, naturalmente, procurava assumir o jogo, mas pela frente foi encontrando uma voluntariosa equipa da Moita do Boi, que foi conseguindo encurtar espaços e dificultar a vida ao seu adversário.
Contudo, e tal como se esperava, o Marinhense assumiu o comando do jogo, e aos 17′, Alex Diliberto, após um canto na esquerda, deixou o primeiro aviso. E não foi preciso esperar muito para o Marinhense chegar mesmo à vantagem: no seguimento de um livre na esquerda, a defesa da Moita do Boi facilitou e Alex Diliberto, à vontade, fez o 1-0 de cabeça.
Em desvantagem, podia esperar-se uma resposta da Moita do Boi, mas isso não aconteceu já que ofensivamente foi inexistente. Ainda assim, levou a diferença mínima para o intervalo.
No início da etapa complementar, John Abraham aproveitou uma defesa incompleta de Rodolfo a remate de Lee para, à vontade, fazer o 2-0. Pouco depois, um atraso ‘suicida’ isolou Lee e este contornou Rodolfo para fazer o 3-0.
A partir daqui, a Moita do Boi quebrou mentalmente, e aos 62′, Willian com um remate à entrada da área, fez o 4-0. O Marinhense dominava por completo a partida, e Lee aos 66′, respondeu da melhor forma a um cruzamento de Willian, e fez o 5-0.
Com o jogo resolvido e com Marinhense a fazer alguma gestão de esforço, tempo ainda houve para Marcos Santos fazer o gosto ao pé, numa assistência de Edgar Alves, com o capitão a finalizar com classe, com um chapéu de belo efeito.
Já perto do final, a Moita do Boi marcou o seu tento de honra, com João Cintra a fazer o 6-1, na marcação de um livre à entrada da área.
Num jogo fácil e sem grandes casos, boa arbitragem do trio comandado por Eduardo Brites. |

AC Marinhense ‘B’ 6
David Santos, Vicente, Zé Ricardo (Filipe Almeida, 66′), Diogo Vieira, Edgar Alves, Alex Diliberto, Tiago Claro (Gabriel, 66′), Willian, Marcos Santos (c), Tiago Ferreira (Lee, 38′), John Abraham.
Não jogaram: Jorge, Vítor, Azenha, Zé Miguel.
Treinador: Vítor Duarte.

Moita do Boi 1
Rodolfo, Jimmy, João Do Toco, Micael Costa (c), Barca (Marquito, 62′), Saramago, David, João Cintra, Mickael Santos, Reinaldo, Nélson Pereira (Danny Fernandes, 35′).
Não jogaram: Duarte, Zezito, Pedrito.
Treinador: Marco Gomes.

Campo da Portela, Marinha Grande
Árbitro: Eduardo Brites. Assistentes: Bruno Colaço e Diogo Monteiro.
Espectadores: 100.
Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 Alex Diliberto (22′), 2-0 John Abraham (50′), 3-0 Lee (54′), 4-0 Willian (62′), 5-0 Lee (66′), 6-0 Marcos Santos (77′), 6-1 João Cintra (85′).
Disciplina: Amarelo a Reinaldo (64′), Saramago (79′), João Cintra (80′), João do Toco (83′), Edgar Alves (85′).

Texto e foto: Pedro Almeida – Diário de Leiria