O AC Marinhense averbou a segunda derrota consecutiva no campeonato ao perder ontem, nos Açores, por 1-0 diante do líder da competição, o Praiense, num jogo em que a eficácia ditou leis já que o Marinhense fez o suficiente para sair da Ilha Terceira com outro resultado.
O Praiense começou a todo o gás e cedo criou uma oportunidade quando Ricardinho apareceu em excelente posição, mas João Guerra fez uma gran­de defesa para canto. A resposta do Marinhense surgiu numa transição rápida com Ednilson a rematar para defesa apertada de Tiago Maia e, na insistência, Leandro Antunes não acertou no alvo. Pouco depois, os açorianos voltaram a ameaçar, mas o remate de Bruno Sousa saiu pouco por cima.
Com o passar do tempo, o Marinhense equilibrou o jogo e mostrou-se mais atrevido em termos ofensivos, ainda que sem colocar à prova o guardião Tiago Maia.
Na segunda parte, numa altura em que nenhuma das equipas tinha ascendente, eis que num contra-ataque os açorianos chegaram ao golo quando Matheus Souza foi feliz no ressalto deixando depois a bola para Ricardinho que rematou rasteiro, fazendo a bola passar por entre as pernas de João Guerra para o golo inaugural.
A partir daqui o Marinhense tentou subir as suas linhas e por duas vezes surgiu com perigo na área contrária, mas tanto André Perre como Ricardo Ferreira viram os seus remates serem bloqueados pelos adversários. Do lado dos açorianos, foi Magina quem rematou perto do poste.
Nos últimos minutos, a formação da Marinha Grande ‘partiu’ o jogo, em busca do golo, mas nunca conseguiu criar real perigo.|

SC Praiense 1
Tiago Maia, Diogo Careca, Itto Cruz, Weliton Matos, Bruno Sousa, João Peixoto (c), Sérgio Teles (Diogo Moniz, 69′), Ricardinho (Márcio Augusto, 75′), Filipe Andrade, Ragner Paula, Matheus Souza (Magina, 58′).
Não jogaram: Rafa Pires, Breno Freitas, Marcos Silva, Nannini.
Treinador: Francisco Agatão.

AC Marinhense 0
João Guerra, Ruben Martins, Fábio Santos, Luís Oliveira, Ricardo Ferreira, André Sousa (c), Elton Lopes (Rúben Coelho, 61′), Bernardo (Abdel, 61′), André Perre, Ednilson (Pedro Rodrigues, 86′), Leandro Antunes.
Não jogaram: Mirza, Alex Diliberto, Edgar Alves, Zé Ricardo.
Treinador: Andrés Madrid.

Estádio Municipal da Praia da Vitória, Ilha Terceira, Açores
Árbitro: Rui Silva (AF Vila Real).
Assistentes: Afonso Silveira e Adriano Sousa.
Ao intervalo: 0-0. Espectadores: 250.
Golos: 1-0 Ricardinho (51′).
Disciplina: Amarelo a Filipe Andrade (90+3′).

Texto: José Roque – Diário de Leiria