O Caldas subiu ao segundo lugar do campeonato ao vencer o Águeda por 2-0, num jogo marcado por um triunfo justo.
Frente a um adversário que não vencia há dois meses, o Caldas entrou a todo o gás criando várias oportunidades para marcar, pelo que foi com naturalidade que o golo chegou quando João Tarzan assistiu Pedro Faustino que atirou fora do alcance de Rafa para o 1-0.


Pouco depois, novo revés para o Águeda com o guardião Rafa a ver o cartão vermelho directo depois de travar em falta Nuno Januário que seguia isolado. O caminho estava ‘aberto’ para o Caldas, mas ainda antes do intervalo, João Tarzan falhou um penálti (40′).
Na segunda parte, o domínio continuou a pertencer ao Caldas que chegou ao 2-0 quando Paulo Inácio recuperou a bola e serviu Hugo Neto que trabalhou bem até ao remate certeiro.
Até ao apito final, o Caldas somou oportunidades para dilatar a vantagem, mas pecou na finalização, naquela que foi uma bela exibição da turma de José Vala que assume-se agora como forte candidato a concluir o campeonato em lugar de ir disputar o ‘play-off’.|

Caldas SC 2
Luís Paulo, Passos, Militão (c), Pedro Gaio, Luís Farinha, Paulo Inácio, André Simões (André Santos, 65′), Pedro Faustino, João Tarzan, Nuno Januário (Ruca, 86′), Hugo Neto (Bruno Eduardo, 75′).
Não jogaram: Rui Oliveira, Yordy, Marcelo, Leandro Vilas Boas.
Treinador: José Vala.

RD Águeda 0
Rafa Santos, Diogo Castro, Miguel Campos, Emanuel (c), Pedro Tavares, Tojó, Paulo Moreira, Diogo Gouveia (Manel Cordeiro, 64′), Raul Almeida (Mário Évora, 32′), Ivan Fidalgo (Gabriel Mejía, 64′).
Não jogaram: Marcelo Dias, Souffo, Pedro Sá.
Treinador: Alberto Morais.

Campo da Mata, Caldas da Rainha
Árbitro: Bruno Rebocho (AF Lisboa). Assistentes: Edgar Duarte e Cláudio Caldeira.
Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 Pedro Faustino (20′), 2-0 Hugo Neto (60′).
Disciplina: Amarelo a Castro (39′), André Simões (60′), Hugo Neto (74′). Vermelho directo a Rafa Santos (30′).