O Caldas interrompeu um ciclo de 15 jogos sem perder ao sofrer uma derrota no passado sábado diante do líder Praiense por 0-2, num jogo em que os açorianos justificaram o porquê de ocuparem o primeiro lugar de forma destacada.
O jogo começou com o Praiense a ameaçar o golo, nomeadamente na sequência de um livre em que Weliton cabeceou à barra da baliza caldense. Pouco depois, foi Filipe Andrade quem deixou o aviso com um remate cruzado ao lado.
Com o passar do tempo, e depois do Caldas ter aguentado a entrada forte do seu adversário, a formação da casa equilibrou o jogo, mas continuavam a ser os açorianos a criar perigo. Exemplo disso mesmo foi quando Militão tirou o pão da boca a Ragner quando este se preparava para atirar a contar.
O golo adivinhava-se e chegou mesmo após passe magistral de João Peixoto para Itto Cruz que recebeu dentro da área e atirou para o fundo das redes.
Apesar de estar em vantagem, os açorianos continuavam a mandar no jogo e a criar as melhores oportunidades, sem que o Caldas conseguisse reagir. Assim, em cima do intervalo, o Praiense chegou ao 0-2 quando João Peixoto desmarcou Filipe Andrade que ganhou o ressalto a Luís Paulo que tinha saído da baliza e rematou para a baliza deserta.
Na segunda parte, esperava-se uma reacção do Caldas, mas o Praiense continuou a comandar as operações e a ser a equipa mais perigosa. Só nos últimos minutos é que o Caldas deu um ar da sua graça com alguns remates que, ainda assim, saíram sem a direcção desejada.
No período de compensação, realce apenas para o lance em que Matheus Souza ganhou a Militão, ficando isolado, mas Luís Paulo saiu da baliza e limpou o lance.|

Caldas SC 0
Luís Paulo, Juvenal, Militão (c), Pedro Gaio, Passos, Paulo Inácio (Bernardo Rodrigues, 79′), André Simões (Ricardo Isabelinha, int.) (Bruno Eduardo, 65′), André Santos, Pedro Faustino, João Tarzan, Hugo Neto.
Não jogaram: Rui Oliveira, Nuno Januário, Marcelo, Leandro Vilas Boas.
Treinador: José Vala.

SC Praiense 2
Tiago Maia, Bruno Sousa, Alexsandro, Weliton, Itto Cruz, João Peixoto (c), Márcio Ausgusto (Marcos Silva, 72′), Sérgio teles (Breno, 85′), Ragner, Filipe Andrade (Matheus Souza, 87′), Ricardinho.
Não jogaram: Fábio Pimentel, Diogo Careca, Magina.
Treinador: Francisco Agatão.

Campo da Mata, Caldas da Rainha
Árbitro: Flávio Lima (AF Lisboa).
Assitentes: Vítor Gomes e André Dias.
Ao intervalo: 0-2.
Golos: 0-1 Itto Cruz (33′), 0-2 Filipe Andrade (45′).
Disciplina: Amarelo a Itto Cruz (33′ e 90+7′), Ragner (41′), Márcio Augusto (45′), Itto Cruz (65′), Tiago Maia (75′), Juvenal (86′), Filipe Andrade (87′), André Santos (89′). Vermelho por acumulação a Itto Cruz (90+7′).

Texto: Renato Santos – Diário de Leiria
Foto: Caldas SC