A Pelariga recebeu o Alegre e Unido em mais uma ‘final’ para os comandados de Carlos Soares. A equipa do concelho de Pombal necessitava da vitória para relançar-se na luta pela manutenção, diante de um conjunto que tem rubricado uma bela temporada, e foi isso mesmo que conseguiu através de uma exibição de luxo que ditou uma vitória expressiva (4-1).
A Pelariga dominou quase todo o encontro e poderia, inclusive, ter construído um triunfo ainda mais robusto. Mário João foi a figura do encontro já que o experiente avançado apontou dois golos e esteve em grande nível ao longo da partida.
Na primeira parte a Pelariga dispôs de seis oportunidades de golo, com destaque para dois remates à trave por Digo e Coimbra. Por outro lado, o guardião Pedrosa também esteve em destaque ao evitar em duas situações o golo dos locais. O conjunto da Bajouca apenas em duas situações esteve próximo do golo, contudo ao intervalo o resultado era demasiado lisonjeiro para os visitantes face ao que a Pelariga produzira no primeiro tempo.
A segunda parte começou sob o signo do equilíbrio, contudo o mesmo foi desfeito com um golo soberbo de Mário João. Remate descaído da esquerda, com a bola a entrar no ângulo superior da baliza de Pedrosa. Dez minutos depois, Tenente isolou-se pela esquerda e ofereceu o golo a Mário João que teve apenas de encostar e aumentar a vantagem dos locais (2-0).
O Alegre e Unido esboçou uma reacção, contudo foi a Pelariga que, em duas situações, podia ter aumentado a vantagem. Ao minuto 77 mais um grande momento no encontro: cruzamento da esquerda por Denis e um cabeceamento espectacular de Fábio Souza a fazer o 2-1.
A Pelariga tremeu um pouco, mas, ao minuto 84, o avançado Júnior voltou a colocar a equipa da casa a vencer, por 3-1. Quatro minutos depois foi Simão a balançar as redes e a estabelecer o resultado final.
Óptima arbitragem de Bruno Santos.|

GD Pelariga 4
Malva; Balteiro, Digo, Frade e Rúben Santos; Coimbra, Flávio e Zé Marques (Kiko, 71′); Tenente (Simão, 75′), Vítor Moura (Júnior, 66′) e Mário João.
Não jogaram: Joaquim, Zé Carvalho, Joel e Tomás.
Treinador: Carlos Soares.

Alegre e Unido 1
Pedrosa; Gonçalo Oliveira (Dilan, 54′), Fábio Pereira, Nico e Xavi; Rodrigo (Mauro, 67′), Fábio Silvério e Jani; Kevin Alberto (Denis, 70′), Fábio Souza e Joel.
Não jogaram: Miguel, Matas, Ricardo Mendes e Miguel Silva.
Treinador: Milton Branco.

Campo Dinis dos Pinheiros, Pelariga
Árbitro: Bruno Santos. Assistentes: Eduardo Gomes e Beatriz Vouga.
Ao intervalo: 0-0. Espectadores: 350.
Golos: 1-0 Mário João (55′), 2-0 Mário João (63′), 2-1 Fábio Souza (77′), 3-1 Júnior (84′), 4-1 Simão (88′).
Disciplina: Amarelo a Mário João (53′), Frade (58′), Tenente (65′), Nico (67′), Simão (88′), Mauro (90+3′), Denis (90+4′), Digo (90+4′).

Texto: Cid Ramos – Diário de Leiria
Foto: Marco Pedrosa