A UD Leiria averbou uma derrota caseira frente ao Vit. Setúbal num jogo em que os sadinos mostraram ser mais evoluídos tanto individualmente como colectivamente. Os leirienses jogaram toda a segunda parte em superioridade numérica, mas, ainda assim, nunca conseguiram colocar em causa o triunfo dos visitantes que foi justissímo.
O jogo começou com o Vit. Setúbal a chegar cedo ao golo: numa bola bombeada para a frente de ataque, Luan Fernandes aproveitou a passividade da defesa contrária e fez um chapéu a João Costa que ficou a meio caminho.
A meio da primeira parte a UD Leiria respondeu com uma excelente jogada de combinação que culminou com um remate de Nuno Diniz para uma grande defesa para canto de Tiago Neto.
Ainda antes do intervalo, os sadinos ficaram reduzidos a dez unidades depois de uma infantilidade de Tomás Jesus. Pensava que a inferioridade numérica pudesse afectar os visitantes para a segunda parte, mas a verdade é que foram sempre melhores perante uma UD Leiria apática e sem capacidade para assumir o jogo e criar oportunidades de golo.
Do outro lado, o Vit. Setúbal foi somando oportunidades, mas a falta de pontaria dos sadinos – principalmente Diogo Sequeira – e uma defesa apertada de João Costa impediram o avolumar o resultado. |

UD Leiria 0
João Costa, Artur Silva, Gabriel Martins (José Rodrigues, 78′), Manuel Deus, João Lourenço, Pedro Cruz, João Sousa (Tiago Leonardo, 58′), Nuno Diniz, João Marques (Afonso Silva, int.), Guilherme Norte, Ruben Martins (Rodrigo Pedrosa, 85′). Não jogaram: Rúben Cabral e Rafael Marcelino.
Treinador: Diogo d’April.

Vitória de Setúbal 1
Tiago Neto, Jorge Matias, Guilherme Santos, Tomás Jesus, Vicente Durand, Francisco Ascenso, Pedro Santos (Diogo Sequeira, int.), Martim Casimiro (Francisco Ferreira, int.), Luan Fernandes (João Saramago, 81′), Daniel Carvalho (Laurentino Mendes, 87′), Luís Nunes (João Ilhéu (44′).Não jogaram: João Silva e Gonçalo Pinto.
Treinador: Alfredo Lopes.

Campo da Mata, Santa Eufémia
Árbitro: Ricardo Baixinho (AF Lisboa). Assistentes: Miguel Borges e Filipe Marques.
Ao intervalo: 0-1. Espectadores: 75.
Golos: 0-1 Luan Fernandes (8’).
Disciplina: Amarelo a Tomás Jesus (38’ e 39’), Diogo Sequeira (58’), Pedro Cruz (79’).

Texto e foto: José Roque – Diário de Leiria