O Caldas foi até à Sertã empatar sem golos, registando a sexta partida sem conhecer o sabor da vitória. Frente ao Sertanense, a turma da casa foi quase sempre melhor, mas pecou na finalização.
Na primeira parte, a partida foi de fraca qualidade com a única situação de golo a pertencer ao Sertanente, num lan­ce aos 16 minutos em que Brash não chegou a tempo ao cruzamento, faltando apenas encostar à boca da baliza. À parte disso, as equipas estiveram sempre muito encaixadas uma na outra, em que as defesas foram sempre melhores que os ataques.
Na segunda parte, o jogo melhorou em termos de qualidade, mas houve sempre mais Sertanense, que desperdiçou três excelentes oportunidades de golo para vencer o desafio. Flavinho e Ká Semedo falharam lances em que já se gritava golo nas bancadas e Kenedy não conseguiu também ele abrir o activo para desespero dos adeptos locais. O guardião caldense também se mostrou a um bom nível e foi adiando o golo o mais tempo possível.
O Caldas em todo o jogo teve apenas um bom remate de fora da área, que passou perto da barra da baliza de Léo Turossi, numa partida em que fica, sem dúvida, um amargo de boca aos homens de José Bizarro, já que o Sertanense foi, ao longo dos 90 minutos, a melhor equipa em campo, acabando por desperdiçar uma boa oportunidade de somar mais três pontos.
A equipa de arbitragem teve um ou outro lapso, mas sem influência no resultado. Pecou isso sim pelo pouco tempo de compensação dado na segun­da parte. |

Sertanense FC 0
Leo Turossi, Tito Júnior, Tiago Correia, Landry, Duarte Coelho, Milhazes, Hamed, Bruno Torres (Flavinho, 58’), Brash (Roberto, 74’), Kenedy Có, Ká Semedo (Pipo, 58’).
Não jogaram: Pedro Simões, Scara, Gustavao, Cyrille.
Treinador: José Bizarro.

Caldas SC 0
Luís Paulo, Ruca, Militão (c), Yordy, Pedro Gaio, Luís Farinha, Pedro Faustino (Paulo Inácio, 71’), André Santos, Leandro Vilas Boas (Marcelo, 82’), João Tarzan, Bruno Eduardo (Hugo Neto, 65’).
Não jogaram: Rui Oliveira, Bernardo Rodrigues, Passuco, Rafael Roque.
Treinador: José Vala.

Estádio dr. Marques dos Santos, Sertã
Árbitro: João Afonso (AF Bragança).
Assistentes: Nélson Pascoal e Renato Barqueira.
Disciplina: Amarelo a Bruno Torres (53’), Yordy (78’) e Tiago Correia (82’).

Foto: Tribuna Desportiva