O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) anunciou esta sexta-feira ter feito buscas nas instalações do Atlético Clube Marinhense, clube do distrito de Leiria, e do Futebol Clube da Régua, do distrito de Vila Real, no âmbito de um inquérito que investiga a “presumível regularização fraudulenta de futebolistas, que através de contratos de trabalho por conveniência, quer pela falsificação de documentos”.
Em comunicado, o SEF refere que três dirigentes do Marinhense foram constituídos arguidos por suspeitas de auxílio à imigração ilegal, e falsificação de documentos.
Os 25 inspetores envolvidos na operação apreenderam material informático e vária documentação, incluindo provas de que os estrangeiros investigados entravam em território nacional com convites para fazer testes para futebolistas.

Texto: CM TV