José Roque – Diário de Leiria

O Grupo Desportivo e Recreativo da Boavista não deverá avançar com uma equipa sénior na próxima época devido a dificuldades financeiras provocadas pela pandemia. O emblema axadrezado da freguesia da Boa Vista ascendeu à Divisão de Honra distrital na época 2018/2019 e duas temporadas depois deverá então colocar um ponto final na sua presença no principal escalão do futebol leiriense.
Ao Diário de Leiria, o presidente do GDR Boavista confirmou a possibilidade de não ser criada uma equipa sénior, e explica que o futuro do clube não pode ser colocado em causa: “Os clubes da dimensão do GDR Boavista passam por imensas dificuldades, e nesta fase de pandemia o cenário piorou ainda mais. Não nos podemos esquecer que, a este nível, os clubes praticamente não têm receitas e vivem muito da boa vontade das pessoas, mas ao mesmo tempo as despesas são constantes e não param de aumentar”.
Por tudo isso, André Gameiro diz querer ouvir os sócios e os restantes membros da direcção para depois tomar uma decisão, assumindo que a probabilidade de extinção da equipa sénior é de “90%”. “Vamos dar um passo atrás para reflectirmos e dar prioridade a outros projectos”, disse, acrescentando que o objectivo próximo é “melhorar a zona dos balneários e do bar”, e “criar uma bancada”.
Exemplo de que o fim do futebol sénior na Boa Vista pode estar próximo é o facto de vários jogadores que faziam parte do plantel já se terem comprometido com outros emblemas, tendo em conta a incerteza em relação ao futuro no GDR Boavista.|