Texto e foto: Pedro Sousa – Diário de Leiria

Na manhã chuvosa de domingo, o Portomosense recebeu e venceu (3-1) a Moita do Boi numa partida quase de sentido único e cuja vitória apenas peca por escassa.
A equipa da casa entrou forte no jogo e Pedro Emanuel deu o mote com uma cabeçada forte para defesa segura de Rodolfo. Pouco depois, o golo surgiu com naturalidade, na sequência de um canto estudado, em que Alex Silvério cruzou para Caio Prado abrir o activo.
Perto do intervalo o Portomosense podia e devia ter aumentado a contagem mas o cabeceamento de Pedro Emanuel saiu à trave, depois de uma grande jogada e cruzamento de Lagoa.
Em cima do apito para o intervalo, a Moita do Boi quase empatou a partida, na sequência de um lançamento lateral em que Fernando Júnior rematou duas vezes seguidas, valendo a defesa de Mocheco e a intercepção de Trindade.
A equipa da casa não podia ter entrado melhor no segundo tempo, com uma jogada colectiva iniciada sobre a direita e finalizada com um belo cruzamento de Leandro para uma excelente execução de Pedro Emanuel, a fazer o 2-0.
O conjunto de Porto de Mós não tirou o pé do acelerador e foi à procura de aumentar a vantagem. Seguiu-se então um festival de golos falhados, também com muito mérito para o guardião visitante.
Houve ainda duas bolas no ferro defendidas na recarga pelo guarda-redes forasteiro, mas o melhor momento de Rodolfo foi quando conseguiu defender de forma espectacular uma grande penalidade cobrada por Pedro Emanuel.
A partida encaminhava-se para o final e o tão anunciado terceiro golo acabou por chegar quando Caracol tirou Rafael Barca do caminho e serviu Pedro Domingues para o 3-0.
O tento de honra da Moita do Boi surgiu no último lance da partida, após um canto em que João Saramago foi o mais esclarecido do meio da confusão.
A arbitragem de Filipe Mendes esteve à altura dos acontecimentos.|

AD Portomosense 3
Mocheco; Lagoa (Caracol 64’), Bruno Centeno, Trindade, Alex Silvério; Leandro (Gheorghe, 87’), Caio Prado, Rica (c) (Dany Marques, 64’); Vieirinha, Pedro Domingues (Lomba, 87’), Pedro Emanuel (Zé Correia, 81’).
Não jogaram: Jonathan.
Treinador: Pedro Solá.

Moita do Boi 1
Rodolfo; José Domingos (João Saramago, 70’), Rudi, Fernando Junior, Rafael Barca; David Silva (Mickael Santos, 60’), Calixto, Ciro (Ricardo Esteves, 76’), Reinaldo, João Cintra; André Fernandes.
Não jogaram: Duarte, Marco Costa, Alexandre Almeida, Rodrigo Braz.
Treinador: Marco Gomes.

Estádio Municipal de Porto de Mós
Árbitro: Filipe Mendes. Assistentes: Bruno Vieira e António Lopes.
Ao intervalo: 1-0.
Golos: 1-0 Caio Prado (24’), 2-0 Pedro Emanuel (48’), 3-0 Pedro Domingues (78’), 3-1 João Saramago (90+5’).
Disciplina: Amarelo a Caio Prado (21’ e 90+3’), Fernando Junior (61’), Leandro (68’), Calixto (72’), João Cintra (90+1’). Vermelho por acumulação a Caio Prado (90+3’).