O Oliveira do Hospital recebeu e empatou com a UD Leiria em jogo de grande qualidade na primeira parte mas que, no segundo tempo, fruto de paragens por lesão de jogadores, acabou por perder ‘nota artística’.
A primeira oportunidade surgiu cedo para o Oliv. Hospital com David Silva a arranjar espaço na área e a atirar forte para defesa difícil de Fábio Ferreira, num lance que atesta a boa entrada dos homens da casa.
Respondeu a UD Leiria quan­do Andrézinho, ao segundo poste, atirou contra um defesa e no seguimento do canto, Diogo Marques, na área, rematou e a bola passou perto do poste.
A partida estava ‘viva’ e ficou mais ainda quando Afonso Caetano testou os reflexos do guardião visitado. Na resposta, o golo apareceu para os locais: cruzamento batido por Bob da direita e Diogo Abdul, com um cabeceamento junto ao solo, fez o 1-0. Pouco depois, André Freitas ficou perto do segundo golo.
O jogo começou a equilibrar-se e, apesar do ascendente dos locais, o conjunto leiriense chegou ao empate aos 38’: Leandro Antunes arranjou espaço na área e atirou, cruzado e sem hipóteses, para o fundo das redes. O golo fez bem à UD Leiria que, até ao intervalo, teve mais posse de bola e o domínio territorial.

Segunda parte de pior qualidade

Na segunda parte, a primeira ocasião foi para os anfitriões que, após recuperação de bola no meio-campo, viram David Silva, de longe, tentar um ‘chapéu’ que saiu por cima da baliza. O jogo perdeu o ritmo e intensidade do primeiro tempo, também fruto de várias paragens por lesão, e começou a disputar-se aos ‘solavancos’.
Contudo, os locais voltaram a ter uma oportunidade, aos 61’, com um bom remate de André Freitas que passou por cima. Pouco depois foi Bob, após boa jogada colectiva, a não conseguir acertar bem na bola.
No minuto 84, Leandro Antunes, de cabeça, viu Nando Pedrosa, com uma enorme defesa, a impedir o golo unionista. Na resposta, Hidelvis, aos 88’, tentou o ‘chapéu’ mas Fábio estava atento.
Destaque final para o árbitro David Pimenta, da AF Guarda, que se lesionou no início da segunda parte e, notoriamente em sofrimento, conseguiu ‘ajuizar’ a partida até ao final.|

Ficha técnica

FC Oliveira Hospital 1
Nando Pedrosa, Bonilla, Tiago Dias (Alphonse, 75’), Diogo Abdul, Zito (Xavi, 67’), Zé Maria (Franck, 86’), André Freitas, João Mendes, David Silva (Fernandinho, 86’), Hidelvis, Bob.
Não jogaram: Afonso Nunes, Gonçalo, Pedro Fonseca.
Treinador: Tozé Marreco.

UD Leiria 1
Fábio Ferreira, Dénis Martins (Pedro Henriques, 52’), Diogo Marques (Diego Galo, 34’), Victor Massaia, Lucas Ornellas (Sunday, 75’), Leandro Antunes, Afonso Caetano, Andrézinho (Zé Miguel, 75’), Renato Alexandre, Iddriss, Perdigão.
Não jogaram: Luís González, João Dias, Badará.
Treinador: Hélder Pereira.

Estádio Municipal de Oliveira do Hospital.
Árbitro: David Pimenta (AF Guarda).
Auxiliares: José Bicho e Daniel Brazete.
Ao intervalo: 1-1.
Golos: 1-0 Diogo Abdul (15’), 1-1 Leandro Antunes (38’).
Disciplina: Amarelo a Hidelvis (73’) e Bonilla (78’).

Texto: André Freixo – Diário de Leiria
Foto: Figueiredo