A AD Portomosense e o SCL Marrazes dividiram os pontos (1-1) num resultado que acaba por penalizar ambos os conjuntos na luta pelo título distrital. Pelo que fez na segunda parte, onde teve domínio absoluto do jogo, a equipa de Pedro Solá justificaria a vitória que acabou por não surgir por culpa própria já que pecou na finalização.
Apesar de um início de bastante equilíbrio, pertenceu ao Portomosense e a Dany Marques o primeiro remate da partida: o avançado aproveitou uma bola perdida a meia altura e atirou forte do meio da rua, para defesa de Marcelo.
O Marrazes respondeu numa transição em que Tiaguinho serviu Alexandre Cruz no coração da área, mas o avançado atirou por cima da barra.
De seguida, na sequência de um livre lateral e alguma confusão na área dos visitantes, Raul Avinte podia ter aberto o activo, no entanto, a cabeçada saiu muito perto do poste. Na jogada seguinte, o Marrazes chegaria ao golo, fazendo a bola circular da direita para a esquerda do ataque, onde André Oliveira rompeu e atirou cruzado, não dando quaisquer hipóteses a Mocheco.
Alguns minutos volvidos, o autor do golo derrubou Pedro Emanuel na sua área, dando origem a um pontapé de penálti que o guardião forasteiro evitou com uma espectacular defesa, a remate do experiente avançado da equipa da casa.
Os visitantes chegariam ao intervalo em vantagem mas ela durou apenas três minutos, pois Pedro Emanuel restabeleceu a igualdade, respondendo de cabeça a um excelente cruzamento de Caracol.
O Portomosense não tirou o pé do acelerador e foi à procura do golo da vitória, algo que podia ter chegado em duas ocasiões. Primeiro, Pedro Domingues atirou à malha lateral e depois, Vieirinha rematou forte e cruzado, a bola desviou em Guilherme Aniceto e iria anichar-se no fundo das redes, não fosse uma espectacular intervenção de Marcelo.
O Portomosense continuou a apertar o cerco e Dany Marques, solto de marcação, atirou forte e cruzado, fazendo a bola passar a centímetros do poste.
Os homens da casa tentavam de tudo para chegar ao golo e já em tempo de compensação esse golo esteve à vista quando Pedro Emanuel, de pontapé de bicicleta, atirou ao ferro, de forma incrível.
O trio de arbitragem chefiado por Telmo Rodrigues esteve a um bom nível.|

AD Portomosense 1
Mocheco; Lagoa, David Prata (Gabi, 46’), Raul Avinte, Caracol (Zé Correia, 90+2’); Jonathan (Leandro, 30’), Rica (c), Vieirinha (Peterson, 90+2’); Dany Marques, Pedro Domingues (Edgar Alves, 71’), Pedro Emanuel.
Não jogaram: Diogo Soares, Filipe Almeida.
Treinador: Pedro Solá.

SCL Marrazes 1
Marcelo; Tiago Clemente, Guilherme Aniceto, Ruben Fernandes, André Oliveira; Migas, Luisito (Macrino, 76’), Simão Silva (Renato Campos, 76’); Tiaguinho (Nuno Joaquim, 57’), Cristiano Matos, Alexandre Cruz (João Duarte, 67’).
Não jogaram: Ricardo Camarate, Celso Vieira, Diogo Carvalho.
Treinador: Carlos Ribeiro.

Estádio Municipal de Porto de Mós
Árbitro: Telmo Rodrigues.
Assistentes: Luís Figueiredo e Eduardo Menino.
Ao intervalo: 0-1.
Golos: 0-1 André Oliveira (32’), 1-1 Pedro Emanuel (48’).
Disciplina: Amarelo a André Oliveira (36’), Vieirinha (42’), Alexandre Cruz (61’), Tiago Clemente (80’), Edgar Alves (81’), Migas (90+1’).

Texto e foto: Pedro Sousa – Diário de Leiria