Depois de uma temporada em que falhou a subida de divisão na última jornada, o Lusitano Chão de Couce volta a dar que falar, desta vez vencendo a Série Norte, do Grupo B, uma classificação que só garantiu na última jornada, quando venceu a equipa da Almagreira e beneficiou ainda do empate em casa da equipa do GD Santo Amaro.
Mas esta época tem sido, ainda assim,  algo turbulenta para a equipa do norte do distrito. Depois do brilharete da época passada, e depois de alguns reforços sonantes, a equipa não começou bem a temporada e João Ribeiro, que havia assumido a equipa, acabou mesmo por sair do comando técnico, regressando novamente Tiago Mendes ao comando. Ainda assim, e inserida numa série forte, onde AC Avelarense, GD Pelariga e AD Figueiró dos Vinhos garantiram os lugares de acesso à fase seguinte, a equipa do Lusitano acabaria por ingressar no Grupo B, prova que agora finalizou em primeiro lugar. Mas será que poderemos esperar uma equipa do Lusitano a lutar por esta competição? Foi isso e outras questões pertinentes que fomos procurar saber, nesta breve conversa com o seu director David Caetano.

Depois de terem falhado a subida na última época na derradeira jornada, esperava-se um Lusitano novamente a lutar pelos lugares cimeiros esta temporada. O que falhou?
Verdade, foi um final de época de sonho que infelizmente terminou da maneira que todos sabem. Quanto a esta temporada, o que falhou? Sinceramente não é uma resposta fácil. Iniciamos a época com um treinador novo, um treinador da terra e que trazia muita ambição, métodos novos e ideias de jogo novos. Talvez o seu ingresso tardio, fez com que não tenha sido possível contratar os jogadores da sua confiança, muitos deles já estavam comprometidos com outros clubes.  Além disso, a forma como tínhamos perdido a subida na época anterior, talvez tenha contribuído para um aumento da pressão. Mas continuo a acreditar que o João Ribeiro tem todas as condições para ser um treinador de excelência.  Assim,  decidimos ir buscar novamente o Tiago Mendes, pois era um treinador que já conhecia os cantos à casa e conhecia todos os jogadores, tentamos remar contra o mau início de época, fomos lutando com tudo, mas por vezes a sorte também não esteve do nosso lado, criávamos várias oportunidades de golo, mas infelizmente a bola teimava em não entrar e depois em contra ataques,  os adversários também com mérito,  conseguiam concretizar. Mas isto é futebol,  é assim, umas vezes corre tudo muito bem,  outras a bola teima em não entrar. Mas continuo a achar que com uma pontinha de sorte, tínhamos equipa para estar no lote das equipas para lutar pela subida, pois temos um plantel muito bom.

Esta temporada, são muitos os agentes desportivos que têm falado de arbitragens. Concordas com as criticas que têm sido feitas ou tens uma opinião diferente?
Concordo perfeitamente, pois as arbitragens que temos visto e apanhado desde o início de época não têm sido más,  têm sido medíocres mesmo, por vezes penso que aqueles jovens que vão para o campo para arbitrar não vão com noção nenhuma do que vão fazer, pois vão totalmente desconcentrados. E é pena a Associação de Futebol Leiria não se importar nada com o que se está a passar.
Quero apenas realçar a arbitragem que apanhamos no último jogo que realizamos, uma equipa de arbitragem constituída por André Mendes, José Mira e Eduardo Gomes, que foi de longe a melhor equipa de árbitros que apanhamos. Foi de tal forma positiva,  que tanto nós como a equipa da Almagreira,  fomos dar-lhes os parabéns, pois com a mediocridade a que todos nós  temos assistido, ao ver uma equipa de arbitragem assim, claramente mereciam os parabéns, e coloco aqui os nomes deles porque assim como por vezes falamos mal, quando se encontra um trio de arbitragem de qualidade,  também têm que ser destacados. Parabéns aos três.

E agora. Depois de vencerem a Série Norte, podemos esperar uma equipa do Lusitano a lutar pela vitória nesta competição?
Agora iremos lutar pela vitória jogo a jogo, se no fim a vitória nos sorrir,  melhor, ficaremos muito felizes, mas não temos qualquer objectivo neste momento, apenas ganhar os próximos jogos.
Gostava de aproveitar só para dar uma palavra ao meu plantel e equipa técnica. Parabéns pela vitória nesta fase, pois sabemos que no final da primeira fase,  quando o Lusitano hipotecou as hipóteses de lutar pela subida, mais de metade do plantel foi aliciado a irem para outros clubes, mas todos eles se juntaram (excepto um), e decidiram não sair e lutar para limpar a imagem passada na primeira fase e entre eles conseguiram arranjar forças e mentalidade para fazer esta segunda fase fantástica e neste momento termos um grupo muito, muito unido. Para eles o meu muito obrigado e Parabéns.