O presidente da UD Leiria SAD fez um apelo no final do jogo que ditou a derrota frente ao Alverca. Em conferência de imprensa, Armando Marques pediu que houvesse um maior envolvimento do tecido empresarial leiriense para ajudar a catapultar o emblema do Lis para outros patamares.
“Olhamos para Leiria e vemos empresas de ponta em Portugal, líderes de mercado. Utilizem o futebol, a marca que é a vossa terra para colocar essas empresas no mapa. Estou a pedir porque não se vão arrepender no final do dia”, apelou Armando Marques.
O responsável destacou a importância que o futebol tem no País e como as empresas podem e devem aproveitar esse facto. “Será que é só em Leiria que toda a gente anda distraída e não aposta no futebol?”, questionou, explicando que de todos os apoios recebidos durante a época, menos de 15% eram provenientes do concelho: “Está na altura de as forças vivas de Leiria nos ajudarem a colocar a UD Leiria onde merece”.
Armando Marques foi ainda mais longe ao referir que a UD Leiria “tem que ser a bandeira de promoção de uma região que tem de ser muito mais abrangente do que só o concelho de Leiria” e que “a região Centro necessita da UD Leiria na I Liga”.
“Leiria [deve] assumir-se, através do futebol, como uma verdadeira capital do distrito e que seja o líder desta região Centro. Se tivermos atentos, a região Centro, no que diz respeito ao futebol, está cada vez mais pobre. Se olharmos no mapa e nos centrarmos entre Lisboa e Porto, temos um clube na I Liga, que é o Arouca. Depois temos um deserto de 300 quilómetros. Ajudem-nos a afirmar definitivamente Leiria como uma verdadeira capital da zona Centro”, sublinhou.

Temporada de “frustração”
Em relação à época desportiva, Armando Marques não escondeu a desilusão. “É uma frustração muito grande porque nos propunhamos a subir de divisão. Era o nosso principal objectivo. Não foi concretizado, mas […] a UD Leiria é, neste momento, um gigante que acordou e todos os ‘players’ do futebol devem estar atentos. Não é normal, em quatro jogos consecutivos, bater recordes de assistência. Conseguimos transmitir à população de Leiria algo que no seu historial nunca existiu. A pessoa que assume o fracasso que foi a época é a mesma pessoa que diz que tem muito orgulho dos leirienses que tentaram ajudar a concretizar o sonho de subir de divisão”.
“A UD Leiria terá muito brevemente aquilo que tem faltado, porque todos temos de reflectir por que é que falhámos, por que é que não conseguimos o tal objectivo. Por uma razão muito simples: o sucesso dá muito trabalho”, acrescentou.|

Texto: José Roque – Diário de Leiria
Foto: Luis Filipe Coito