A três jornadas do fim do campeonato a AD Portomosense despediu-se da luta pelo título distrital, depois de perder com o SC Pombal por 0-1, num jogo em que a turma de Ricardo Pateiro aproveitou da melhor forma um ‘brinde’ ao cair do pano para garantir os três pontos.
A equipa da casa permitiu uma maior posse de bola ao adversário e preferiu sair em transições e pela certa, ainda assim, a primeira oportunidade pertenceu a Vasco Cruz que se esgueirou pela direita, aparecendo na cara de Mocheco que fez uma grande mancha e evitou o golo pombalense.
O Portomosense respondeu pouco depois, com Rica no corredor direito a cruzar para Peterson encostar para o golo, mas uma saída destemida de Lionel Santos, pelo chão, evitou o pior.
A meio da primeira parte e em poucos minutos, Peterson desperdiçou duas ocasiões de golo claras, completamente sozinho dentro da área. Primeiro, de cabeça, e depois com o seu melhor pé, não acertou no alvo.
No primeiro tempo ainda houve um remate para cada lado, primeiro João Silva atirou de longe para defesa segura de Mocheco e, no minuto seguinte, Ferrari aproveitou uma bola de ressaca para atirar forte e muito perto do poste.
Na etapa complementar, o Portomosense mudou de atitude e passou a mandar na partida. Assim, Gabi esteve muito perto do golo, num canto de Peterson, mas a bola saiu a rasar o poste. Na resposta, uma falha da defesa, deixou o recém-entrado Tião em boa posição para finalizar com sucesso, mas o remate morreu nas mãos de Mocheco.
Pouco depois, na primeira vez que tocou na bola, Tshabalala podia ter marcado para os locais, mas a recepção de bola dentro da pequena área não foi a melhor e permitiu o corte no último momento.
Na resposta, nova falha defensiva dos homens da casa acabou por resultar no único golo da partida, com Tiago Ferreira a aproveitar da melhor forma para marcar o único golo da partida.
Já em tempo de compensação, esteve à vista o golo do empate por Peterson mas valeu a coragem de Lionel Santos para agarrar a vitória.
Pelo que aconteceu em campo a vitória do Pombal é desajustada. A ADP desperdiçou as melhores oportunidades e o empate seria um resultado mais certo.
A equipa de arbitragem chefiada por Henrique Brites teve uma actuação positiva.|

AD Portomosense 0
Mocheco; Lagoa, Filipe Soares, Eduardo Monteiro, Caracol; Gabi (Sané, 73’), Pedro Cruz, Rica (c); Ferrari (Tshabalala, 65’), Ilyas Alilou (Itallo, 81’), Peterson.
Não jogaram: João Costa, Issa, Paulo Gomes, Pedro Domingues.
Treinador: Pedro Solá.

SC Pombal 1
Lionel Santos; Dani, Miguel Cá (c), Gonçalo Fidalgo (Tomás Rosa, 30’); Vítor Duarte, Vasco Cruz, Duary, Pedro Marques (Tião, 60’), Dudu; Airton (Tiago Ferreira, 60’), João Silva (Vasco Pontes, 79’). Não jogaram: Duarte Domingues, Tomás Mendes, Tomás Santos.
Treinador: Ricardo Pateiro.

Estádio Municipal de Porto de Mós
Árbitro: Henrique Brites. Assistentes: Paulo Leitão e Duarte Gomes.
Espectadores: 200. Ao intervalo: 0-0.
Golos: 0-1 Tiago Ferreira (85’).
Disciplina: Amarelo a Duary (50’), Caracol (60’), Peterson (71’), Tiago Ferreira (85’), Vasco Pontes (88), Pedro Cruz (88’), Mocheco (90+5’). Vermelho directo a Ferrari (89’), Pedro Marques (89’), ambos fora de campo.

Texto e foto: Pedro Sousa – Diário de Leiria