Babanco, médio da U. Leiria, anunciou o final da carreira aos 38 anos, poucos meses depois de ter sido internado com uma hemorragia subaracnoidea. Numa publicação nas redes sociais, o cabo-verdiano deixou um agradecimento geral e considerou ter sido “um privilégio” realizar o seu maior sonho de criança.
“Depois do acontecido no dia 4 de março de 2024, analisado o relatório médico, decidi antecipar o que estava prestes a acontecer. Chegou a hora de pendurar as chuteiras. Hoje termina o sonho de um menino que cresceu numa zona com poucas oportunidades para os jovens e mesmo assim nunca desistiu, sempre soube dar a volta às situações difíceis e crescer com os seus erros. Só tenho a agradecer”, escreveu, numa emotiva mensagem.
“Não podemos matar os sonhos à primeira dificuldade. Vamos aprender a crescer com ela e fazer dela a nossa força”, acrescentou.
Recorde-se que, ao longo da carreira, Babanco representou clubes como Olhanense, Arouca ou Estoril. Lá fora, registou ainda uma passagem pelo AEL Limassol, na temporada 2016/17.

in Record